NASA escolhe Nokia para construir rede de telefonia móvel na Lua

Este acordo entre a Nokia e a NASA faz parte do chamado programa Artemis, que visa estabelecer operações sustentáveis ​​na Lua até o final desta década

Por Agência EFE

A Administração Nacional de Aeronáutica e Espaço (NASA) dos Estados Unidos escolheu a empresa de tecnologia Nokia para construir a primeira rede de telefonia móvel na Lua, informou a fabricante finlandesa na segunda-feira.

De acordo com a Nokia, o acordo com a NASA verá a implantação do primeiro sistema de comunicações LTE / 4G no espaço e ajudará a pavimentar o caminho para uma presença humana sustentável na superfície lunar.

A empresa finlandesa, através da sua subsidiária Nokia Bell Labs, irá construir e implementar uma solução LTE ultracompacta, com baixo consumo de energia e resistente às condições de espaço, cuja conclusão está estimada até o final de 2022.

Como a Nokia explicou em um comunicado, a rede móvel fornecerá recursos de comunicação essenciais para muitas aplicações de transmissão de dados, incluindo funções vitais de comando e controle, controle remoto de veículos lunares, navegação em tempo real e transmissão de vídeo de alta definição.

A rede LTE – tecnologia intermediária entre 4G e 5G – permitirá conectividade sem fio para qualquer atividade que os astronautas precisem realizar, incluindo comunicação de voz e vídeo, troca de telemetria e dados biométricos e implantação e controle de cargas ferramentas robóticas e de sensor.

“Redes de comunicação confiáveis, resilientes e de alta capacidade serão essenciais para manter uma presença humana sustentável na superfície lunar”, disse Marcus Weldon, diretor de tecnologia da Nokia e presidente do Nokia Bell Labs, em comunicado.

“Ao construir a primeira rede sem fio de alto desempenho na Lua, o Nokia Bell Labs está mais uma vez plantando a bandeira da inovação pioneira além das fronteiras convencionais”, acrescentou Weldon.

A rede móvel lunar da Nokia consistirá em uma estação base LTE, equipamento de usuário LTE, antenas de radiofrequência e software de controle de operações e manutenção altamente confiável.

De acordo com a Nokia, a rede foi especialmente projetada para suportar as duras condições de lançamento e pouso lunar e operar nas condições extremas do espaço, além de atender às rígidas restrições de tamanho, peso e potência exigidas pela NASA.

Este acordo entre a Nokia e a NASA faz parte do chamado programa Artemis, que visa estabelecer operações sustentáveis ​​na Lua até o final desta década, como uma fase preliminar antes de lançar uma futura expedição a Marte.

Apoie nosso jornalismo independente doando um “café” para a equipe.

Veja também:

 

 
Matérias Relacionadas