MTST prepara “Quarta-Feira Vermelha” para paralisar Brasil em março (+vídeo)

Guilherme Boulos, líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), durante passagem por Uberlândia, Minas Gerais, anunciou que o movimento pretende paralisar o Brasil no dia 18 de março de 2015, um dia que está sendo chamado de “Dia Nacional de Luta pela Reforma Urbana”, e segundo Boulos será uma “Quarta-Feira Vermelha”.

Leia também:
MTST e OAB criticam Exército por monitorar grupos sociais
Entenda como funciona a ‘indústria de ocupações’ do MTST
MTST faz protesto em São Paulo e promete ‘junho vermelho’

O MTST está estruturado em uma hierarquia piramidal. Segundo a cartilha publicada no site do movimento, os coordenadores das ocupações são subordinados aos coordenadores regionais, que por sua vez respondem aos estaduais. No topo, está o coordenador nacional, Guilherme Boulos. O grupo também conta com um núcleo de comunicação, responsável pela confecção de bandeiras e camisetas e por elaborar os gritos de ordem.

O movimento reivindica “moradia” e “reforma urbana”, mas seu real objetivo é realizar a revolução socialista-comunista. Boulos já declarou publicamente que as invasões e paralizações, os “protestos” e as “manifestações” promovidos pelo MTST têm justamente esse propósito político.

Com informações do jornalista Bruno Braga

 
Matérias Relacionadas