Movimento Global Tuidang homenageia representante dos EUA Dana Rohrabacher

Yi Rong, presidente do Centro de Serviços Globais para Renunciar ao Partido Comunista Chinês, entregou a placa-prêmio a Rohrabacher, em Washington

Por Jennifer Zeng

WASHINGTON – O republicano Dana Rohrabacher (R-Calif.) recebeu um prêmio de agradecimento em 4 de dezembro, homenageando seus anos de apoio a um dos maiores movimentos de base do mundo – Tuidang, uma campanha global para renunciar ao Partido Comunista Chinês (PCC).

Yi Rong, presidente do Centro de Serviços Globais para Renunciar ao Partido Comunista Chinês, entregou a placa-prêmio a Rohrabacher, em Washington.

Como parte do movimento, milhões de pessoas dentro e fora da China submeteram suas renúncias ao PCC ao centro global do Tuidang. A partir de 6 de dezembro, mais de 321 milhões de chineses publicaram suas declarações renunciando ao partido e suas organizações afiliadas no site do Tuidang.

“Em nome de nossos voluntários globais, gostaria de expressar nossos sinceros agradecimentos ao Sr. Dana Rohrabacher, que apresentou a Resolução 932 da Câmara, e expressamos nossos agradecimentos ao Congresso por mostrar solidariedade ao Movimento Tuidang”, disse Yi.

Em 8 de junho, Rohrabacher apresentou a Resolução 932 da Câmara no Congresso. A resolução expressa “solidariedade com o Movimento Tuidang por meio do qual os cidadãos chineses renunciam a seus laços com o Partido Comunista Chinês e seus afiliados” e pede um “fim imediato da campanha para perseguir os praticantes do Falun Gong”.

O movimento Tuidang é uma resposta popular à implacável campanha de 19 anos do PCC para erradicar o Falun Gong, também conhecido como Falun Dafa – uma prática espiritual tradicional que combina exercícios tranqüilos com um estilo de vida baseado nos princípios da verdade, compaixão e tolerância. .

Rohrabacher disse que a partir de sua experiência de lutar pela liberdade, ele sabia que as pessoas que lutam pela liberdade em todo o mundo são os maiores aliados da América pela paz e prosperidade.

“Eu deveria estar dando este prêmio para você”, disse ele. “Eu diria que o Falun Gong e o movimento Tuidang têm sido uma grande inspiração para mim ao longo dos anos.”

Referindo-se ao regime comunista dominante da China como o mais “repressivo” e “corrupto” do mundo, Rohrabacher disse: “Eles são vilões no mundo. Eles são vilões do planeta. E esses vilões ameaçam todos nós com seu poder e autoridade”.

Rohrabacher disse que os punhos de ferro do PCC colocam todos nós em perigo e podem levar à guerra. No entanto, o povo chinês, ao se envolver com o pacífico movimento Tuidang, que levou à retirada de um terço dos membros dO PCC, pode ajudar a evitar conflitos abertos.

“O povo da China é nosso maior aliado, na tentativa de garantir que o regime vilão não vá à guerra, à guerra física, com o povo dos Estados Unidos”, disse Rohrabacher.

“Vocês são aqueles que me deram esperança, para perceber que há pessoas na China e em todos os lugares que podemos nos aliar.”

Em junho de 2016, a Câmara dos Deputados dos Estados Unidos aprovou uma resolução exigindo o fim da perseguição ao Falun Gong, condenando a prática de extração forçada de órgãos de prisioneiros de consciência na China – incluindo praticantes do Falun Gong e membros de outros grupos religiosos e minorias étnicas – e pedindo uma investigação sobre a indústria antiética de transplante de órgãos da China.

Ivan Pentchoukov contribuiu para este relatório.

 
Matérias Relacionadas