Motores da Apollo 11 são encontrados pelo CEO do Amazon

Foto da NASA que mostra o astronauta pela primeira vez na lua, no dia 20 de julho de 1969, realizando a missão Apollo 11 (AFP/Getty Images)
Foto da NASA que mostra o astronauta pela primeira vez na lua, no dia 20 de julho de 1969, realizando a missão Apollo 11 (AFP/Getty Images)

Dois motores do foguete da missão Apollo 11 foram resgatados este ano pelo CEO do Amazon, Jeff Bezos, no oceano atlântico. Ele escreveu em seu blog, há duas semanas atrás, que “no amanhã de 44 anos atrás Neil Armstrong pisou na lua, e agora nós recuperamos a maravilhosa tecnologia que tornou tudo isso possível”.

De acordo com o Washington Post, a NASA confirmou que Bezos achou os motores da Apollo 11. “Nós trouxemos de volta câmaras de impulso, geradores de gases, injetores, trocadores de calor, turbinas, tubulações de combustível e dezenas de outros artefatos – tudo simplesmente lindo, além de um testemunho marcante para o programa Apollo”, escreveu ele, se referindo à recuperação dos motores.

Bezos adicionou: “Um dos conservadores que estava examinando os objetos com uma luz negra e um filtro de lente especial, fez uma descoberta revolucionária (o 2044) que estava estampada em tinta preta no lado de uma das enormes câmaras de impulso. 2044 é o numero de série do Rocketdyne que se correlaciona com o numero 6044 da NASA, o qual é o numero de série do Motor F-1 #5 da Apollo 11”.

O The Post notificou que, em março de 2013, a equipe de Bezos foi a 14 mil pés abaixo da superfície do mar e emergiu com dois motores Saturn V.

Epoch Times publica em 35 países em 21 idiomas

Siga-nos no Facebook: https://www.facebook.com/EpochTimesPT

Siga-nos no Twitter: @EpochTimesPT

 
Matérias Relacionadas