Mistério das vacas mutiladas na Argentina parece estar relacionado a luzes avistadas no céu (Vídeo)

Diante da falta de explicações lógicas ou científicas, a crença popular tende a falar sobre o fenômeno dos Chupacabras

Por Epoch Times

Moradores da cidade de Colonia Durán, em Santa Fe, na Argentina, estão perplexos com o aparecimento de vacas mutiladas. Segundo descrições, os animais foram encontrados sem língua nem genitais e sem partes das mamas, com cortes precisos feitos na mandíbula; para espanto de todos, sua decomposição não atrai moscas nem abutres.

Durante vários anos, nessa mesma área, tem acontecido sempre a mesma coisa, com o mesmo padrão: “as vacas não têm a língua e a mandíbula”, disse Norberto Bieri, criador de gado de Colonia Durán, segundo matéria da revista digital Reconquista Cultural.

(Cortesía de Hernan Agustini)
(Cortesía de Hernan Agustini)

Bieri e outros habitantes do local relacionam as mutilações com a aparição de luzes sobre um monte. Segundo dizem, as luzes parecem descer às 9h00 da noite para mutilar os animais.

“Temos visto duas luzes, uma a leste e outra a oeste, e elas já mataram três animais neste campo”… “Elas mutilam essa parte e não levam os animais. Elas não levam nem sequer um osso. Não matam em dias chuvosos nem em dias nublados. Elas só carregam a língua, as mandíbulas e as costas. É como se fizessem os cortes com um laser, não há sinais de faca. Os animais não têm sangue e ninguém os come, nem os animais carniceiros”, descreveu Bieri.

Diante da falta de explicações lógicas ou científicas, a crença popular tende a falar sobre o fenômeno dos Chupacabras.

“Soube que veterinários enviaram amostras para análise e elas nada mostraram. Nenhum sinal de envenenamento ou choque elétrico, nenhuma resposta”.

Além de Colonia Durán em Santa Fe, as mutilações de vacas também ocorreram em outras localidades da região.

(Cortesía de Hernan Agustini)
(Cortesía de Hernan Agustini)

“Isso não acontece só no meu pasto, acontece por toda a região. Atrás de Cerrito elas mataram cinco, em Malabrigo elas mataram sete, de um vizinho mataram dois, dessa forma você vai somando e quando se dá conta são 20 ou 30 animais por mês. Alguns dizem que é o Chupacabras ou extraterrestres, outros dizem que são ratos, mas a verdade é que os animais estão mortos, mas de concreto não se sabe nada”.

Assim concluiu Norberto Bieri, criador de gado de Colonia Durán, que espera encontrar respostas para a morte de suas vacas.

 
Matérias Relacionadas