Missão espacial russa irá à Lua extrair amostras a dois metros de profundidade

Lançamento da nave espacial Soyuz FG em 29 de março de 2013, como parte de um programa espacial da Roscosmos (Federação Espacial Russa)

A agência espacial russa Roscosmos planeja uma viagem à Lua para extrair amostras a dois metros de profundidade, que serão cuidadosamente transportadas à Terra, declarou Vladimir Popovkin, o diretor da agência, segundo a Interfax.

“Lançaremos uma nave espacial entre o fim de 2015 e início de 2016 e trabalharemos na região polar da Lua”, disse Popovkin.

Astronautas da nave espacial Soyuz TMA 08M no Cosmódromo Baikonur em outro programa espacial russo em 28 de março de 2013 (Federação Espacial Russa)

O diretor do programa espacial acrescentou que na Lua se fará um grande programa de pesquisa, chamado “Recursos-Lua”.

O estudo será composto de várias fases de pouso na Lua e levará uma sonda exploratória que percorrerá regiões de nosso satélite e coletará amostras “não da superfície, mas de uma profundidade de dois metros”, destacou Popovkin.

As amostras serão dispostas em estruturas resistentes ao calor, para que não percam suas propriedades antes de chegarem à Terra, explica o cientista.

A agência espacial russa também anunciou dias atrás que planeja enviar uma pessoa à Lua em outro projeto espacial entre 2016 e 2025, informou a mídia Pravda.

Enquanto isso, eles estão em processo de construir uma nova plataforma de lançamento em alternativa à de Baikonur, localizada no Cazaquistão. Esta remonta a antes da independência do país e embora os russos ainda operem e mantenham sua base espacial na região, o governo do Cazaquistão tem manifestado interesse em utilizar a estação a partir de 2014.

Com a crescente tensão nas negociações, os russos deixaram claro que fizeram investimentos e não podem deixar o local antes de 2020 e que usar outras instalações traria encargos adicionais, informou a Pravda.

Lua vista da Inglaterra (Matt Cardy/Getty Images)

Epoch Times publica em 35 países em 21 idiomas.

Siga-nos no Facebook: https://www.facebook.com/EpochTimesPT

Siga-nos no Twitter: @EpochTimesPT

 
Matérias Relacionadas