Ministério do Interior austríaco tenta ocupar casa onde Hitler nasceu

O Ministério do Interior austríaco apelou aos outros ministérios do executivo para que dêem uso à casa onde Adolf Hitler nasceu e impeçam que se torne ponto de encontro de saudosistas do regime nazista.

O Ministério do Interior arrendou o edifício em 1972 e ao longo dos anos subalugou-o a um instituto técnico e a uma organização de solidariedade.

No entanto, desde 2011 a enorme casa amarela está vazia, custando 4.600 euros por mês, e o ministério de Johanna Mikl-Leitner vira-se agora para os outros ministérios para que resolvam o que fazer com os mais de 800 metros quadrados do edifício.

O destino da casa tem sido tema de debate há vários anos, com receio de que seja usada como ponto de encontro entre os simpatizantes de Hitler ou grupos fascistas ou neonazistas. Como forma de prevenção, o contrato de arrendamento estipula que a casa deve ser usada para propósitos educacionais e sociais e não como um museu.

Recentemente e por razões desconhecidas, o dono da habitação recusou uma proposta de instalação de um centro de aprendizagem para adultos ou de outra organização de ajuda.

Adolf Hilter nasceu na morada Vorstadt, 15, em Baunau, perto da fronteira alemã, em 20 de abril de 1889, mas só viveu naquela casa por um curto período de tempo, antes da sua família se mudar.

iOnline

 
Matérias Relacionadas