Milhares de animais morrem subitamente no centro da China

Animais domésticos, principalmente porcos e cachorros, mas também pássaros, foram encontrados mortos na vila de Dongtun, província de Henan, em 15 de abril (Weibo.com)

Milhares de animais têm morrido misteriosamente na China nas últimas semanas na vila de Dongtun, província de Henan, com 410 suínos, 122 cães e outros animais domésticos adicionados à lista apenas na segunda-feira.

Cães mortos foram relatados sendo empilhados na beira das estradas e os moradores dizem que muitos dos animais que ainda sobrevivem estão doentes. Numerosos gatos morreram e até mesmo ratos mortos foram encontrados.

“Há mais de 300 porcos na minha fazenda de criação, quase 200 morreram e o resto está morrendo”, disse o morador Sr. Song, segundo um artigo do Diário Dahe.

As autoridades locais têm investigado a causa das mortes e os testes descartaram a possibilidade de ser o novo vírus H7N9 da gripe aviária, que já infectou 77 pessoas e matou 16, segundo os últimos relatos.

Os moradores suspeitam que as mortes sejam devido a emanações nocivas de uma fábrica de produtos químicos nas imediações. A fábrica parou temporariamente a produção, embora as autoridades tenham dito que os testes de qualidade do ar não revelem qualquer produto químico perigoso.

“Há um cheiro ruim constante no ar, mas esta manhã estava terrivelmente forte e repugnante”, disse um morador local ao Diário Dahe.

A fábrica produz produtos farmacêuticos e está em operação há mais de 10 anos. Moradores têm reclamado repetidamente sobre a poluição do meio ambiente, mas sem resultado.

Nos últimos dois anos, as emissões pioraram e muitos moradores têm apresentado sintomas físicos. “O ar aqui faz as pessoas sentirem tontura e dor de garganta. Muitos na aldeia morreram de câncer entre 30 e 50 anos”, disse um morador, segundo o Diário.

Um repórter do Diário de Negócios de Henan disse que viu uma dúzia de nogueiras próximas de uma fazenda de porcos cujas folhas estavam escuras e muitos locais têm sofrido com gargantas inchadas.

O segurança da usina química impediu a entrada de repórteres. Ele teria recebido ordens da diretoria e disse: “Os artigos irreais da mídia têm danificado a credibilidade da fábrica.”

Um blogueiro do Weibo disse: “410 porcos morreram durante a noite, 122 cães morreram sem razão, pássaros caem enquanto voam, ouriços pararam de rastejar […] e a fábrica alega que artigos irreais danificaram sua reputação…”

Outro ironizou: “Os testes não encontraram qualquer substância química nociva em amostras de ar da vila, então, os animais morreram por serem investigados por fraude?”

As carcaças estão sendo depositadas numa área remota e enterradas numa vala profunda pulverizada com cal.

Outras mortandades recentes de animais na China incluem 16 mil suínos mortos despejados no Rio Huangpu em Shanghai, centenas de quilos de peixes boiando em Shanghai e Pequim e inúmeros pássaros nas províncias de Jiangsu, Hubei e Sichuan.

Epoch Times publica em 35 países em 21 idiomas.

Siga-nos no Facebook: https://www.facebook.com/EpochTimesPT

Siga-nos no Twitter: @EpochTimesPT

 
Matérias Relacionadas