Método McKenzie para tratamento de coluna

É importante um diagnóstico correto e a busca por um tratamento eficaz antes de se pensar em cirurgia
SB-escovar-dentes-coluna
É importante não só tratar a lesão, mas também fazer a profilaxia (reprodução)

Muitos de nós já passamos pelo dentista por causa daquela dor nos dentes e, depois do tratamento, ouvimos que era preciso cuidado redobrado com a higienização para evitar uma nova cárie ou canal. Pergunta: você sai do consultório e joga a pasta e a escova fora? Certamente não. Com a coluna não deveria ser diferente, mas não é isso o que costuma acontecer depois de um tratamento de dores na região, já que boa parte das pessoas volta aos antigos hábitos posturais e, por consequência, a sentir dores.

Segundo o Dr. Marcos Barros, um dos poucos especialistas no Brasil em diagnóstico e terapia mecânica (MDT, na sigla em inglês), certificado pelo The McKenzie Institute International, o método McKenzie pode fazer a diferença nestes casos. A técnica estimula a cicatrização da lesão e estabelece uma rotina de exercícios para evitar novos episódios de dor. “O objetivo é ensinar o paciente não só a tratar a lesão, mas a fazer a profilaxia. É como se nós ensinássemos a ‘escovar os dentes’ da coluna”, compara o profissional.

Em média, são realizadas cinco sessões em que o Dr. Barros mapeia os pontos dolorosos, identifica quais as posições em que o paciente não sente dor e indica exercícios para estimular a cicatrização da região afetada. “Em geral, foi a própria pessoa que provocou a dor nas costas. Isso quer dizer que é preciso identificar o que nos hábitos e na postura leva ao processo doloroso e evitá-los durante o tratamento para favorecer a cicatrização da lesão. Mas isso exige muita disciplina do paciente, que precisa fazer os exercícios recomendados diariamente se não quiser voltar a ter dor”, explica. O número de sessões dependerá do tipo de lesão e da disciplina do paciente.

O fisioterapeuta faz um alerta: alongamento nem sempre é recomendado para dores nas costas, já que pode agravar problemas como no nervo ciático, quando o nervo está preso a outras estruturas do corpo. Neste caso, alongamento sem orientação profissional pode acabar lesionando o nervo.

Por isso, é importante um diagnóstico correto e a busca por um tratamento eficaz antes de se pensar em cirurgia. O método Mckenzie pode ser recomendado para dores na coluna como Hérnia de Disco, Ciática, Artrose, Espondilolistese, em casos de Cefaleias causadas por problemas de coluna, além de dores articulares como condromalácia patelar, tendinites, e as lesões laborais por esforço repetitivo.

Esse conteúdo foi originalmente publicado no site do Hospital Nove de Julho.

 
Matérias Relacionadas