Merkel diz que Alemanha pretende auxiliar Argentina no campo econômico

Por EFE

Berlim, 3 fev – A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, garantiu nesta segunda-feira que pretende, com o presidente da Argentina, Alberto Fernández, avaliar como o país europeu pode dar apoio para superar a crise financeira que atravessa o sul-americano.

Os dois líderes se encontraram em Berlim, em um dos destinos da viagem do recém-eleito mandatário argentino ao Velho Continente.

Merkel admitiu que a Argentina “não está em situação econômica fácil” e propôs, por isso, abordar as relações bilaterais como forma de reforçar e desenvolver os laços neste campo.

A Alemanha pode ser considerada um país-chave para a situação financeira do país sul-americano, por ser a nação europeia com maior peso no Fundo Monetário Internacional (FMI).

A chanceler indicou que o interesse de investidores alemães pela Argentina é grande, mas disse que os projetos precisam ser implementados.

A Volkswagem, maior fabricante de automóveis na Europa, por exemplo, prevê investir US$ 800 milhões (R$ 3,4 bilhões) nas fábricas de Buenos Aires e Córdoba.

 
Matérias Relacionadas