Meninos tailandeses resgatados iniciam cerimônia para se tornarem monges budistas

As famílias dos resgatados prometeram que os meninos entrariam para o monacato uma vez fossem resgatados em agradecimento pelo retorno e em homenagem ao mergulhador voluntário falecido, Samar Kunan

Por Agência EFE

Os 11 meninos e seu treinador de futebol, resgatados depois de mais de duas semanas presos em uma caverna do norte da Tailândia, iniciaram nesta terça-feira (24) as cerimônias para virarem monges budistas.

No início do dia, o grupo se juntou aos bonzos do templo Phra That Doi Wao, na província de Chiang Rai, em uma série de desafios e oferendas espirituais, que continuará esta tarde com os ritos de purificação, onde são cortados os cabelos dos futuros monges.

Os atos terminarão amanhã em outro templo da região, onde permanecerão ordenados até o próximo dia 3 de agosto, informou o governo da província.

As famílias dos resgatados prometeram que os meninos entrariam para o monacato uma vez fossem resgatados em agradecimento pelo retorno e em homenagem ao mergulhador voluntário falecido, Samar Kunan.

O outro menino resgatado, Adul Sam-on, pertence a uma minoria étnica cristã procedente da vizinha Mianmar, por isso não participou dos ritos.

(Panumas Sanguanwong/AFP/Getty Images)
(Panumas Sanguanwong/AFP/Getty Images)
(Panumas Sanguanwong/AFP/Getty Images)
(Panumas Sanguanwong/AFP/Getty Images)
(Panumas Sanguanwong/AFP/Getty Images)
(Panumas Sanguanwong/AFP/Getty Images)
(Panumas Sanguanwong/AFP/Getty Images)
(Panumas Sanguanwong/AFP/Getty Images)
(Panumas Sanguanwong/AFP/Getty Images)
(Panumas Sanguanwong/AFP/Getty Images)
 
Matérias Relacionadas