Menina de 11 anos grava vídeo exigindo justiça e liberdade para seu pai e tio em Cuba

Por Alicia Marquez

Uma menina de apenas 11 anos gravou um video para pedir justiça e a liberdade de seu pai, Nadir Martín Perdomo, e de seu tio, Jorge Martín Perdomo, que foram presos em 17 de julho pelo regime comunista de Cuba .

No vídeo, a menina pede justiça e liberdade para seu pai e tio, dizendo que seu pai “tem dois filhos, um bebê de sete meses e uma menina de 11 anos”, e seu tio Jorge Martín Perdomo ” tem uma menina de cinco anos chamada Cenid ”.

“E ela é pequenininha, não sabe o que está acontecendo mas também sente saudade porque a primeira coisa que aquela menina fez ao entrar nessa casa foi correr para o quarto dela para dar todo o amor ao pai”, disse a menina .

“Para mim é muito triste que o bebê de sete meses que já sabe dizer pai e nosso pai não esteja aqui para vê-la e ouvi-la, isso é triste”, disse ela. “Tenho muita saudade dele, meu irmão, embora não saiba o que está acontecendo, sente e o pai dele não está aqui para ouvir ou ver (…) e eu fico louca porque o pai sempre vinha para dar muitos beijos e abraços”.

A menina que no momento da gravação do vídeo não via ou ouvia seu pai Nadir Martín Perdomo há 31 dias, disse: “Tenho muita saudade dele” e pediu “por favor a todas as pessoas que têm o caso em mãos, por favor façam justiça, mas verdadeira justiça, com a verdade, não lhes imponha mais coisas que eles não fizeram ”.

Acrescentou que seu pai e seu tio só marcharam pacificamente pela liberdade, pelas ruas de Cuba, “como muitos cubanos também aderiram” e todos se uniram em protesto. “Mas tudo foi pacífico senhores, por favor, peço justiça porque são homens bons”, são “homens de princípios, educados, honestos, bons homens”.

E acrescentou: “Por favor, tenham justiça para eles e liberdade, porque eles não precisam estar lá.”

Betty Guerra Perdomo, prima de Nadir Martin Perdomo e Jorge Martín Perdomo, postou uma foto da menina de 11 anos e seu irmão mais novo com uma placa que diz “Liberte meu pai” e escreveu : “Os filhos de meu primo Nadir Martin Perdomo !, eles pedem liberdade para o pai! Até quando tanta dor e abuso? Onde estão? Faltam 58 dias Díaz-Canel! Onde eles estão? ”Via Twitter em 12 de setembro.

E hoje Guerra Perdomo indicou que os irmãos continuam detidos pelo regime e escreveu no Twitter: “60 dias sem os ver nem ouvir! 60 dias sequestrados pela ditadura Díaz-Canel ”.

Os irmãos Nadir Martin Perdomo e Jorge Martín Perdomo estão detidos em San José de las Lajas desde 17 de julho, após assistir aos protestos pacíficos de 11 de julho, e o regime comunista os acusa de terem incitado os protestos na província de Mayabeque, segundo uma entrevista com outra prima dos irmãos, Saraí Uribe com DNA Cuba.

Siga Alicia Márquez no Twitter: @AliceMqzM

 
Matérias Relacionadas