Manchester United demite técnico José Mourinho e rumores sobre o substituto não param

Mourinho deixa o Manchester United após uma derrota contundente nas mãos de Liverpool em 16 de dezembro

Por Tom Ozimek

O Manchester United demitiu o técnico José Mourinho depois de dois anos e meio no comando do icônico time de futebol britânico.

“O Manchester United anuncia que o técnico José Mourinho acabou de deixar o clube”, disse o departamento de comunicação do clube em comunicado.

Mourinho, de 55 anos, assumiu o comando de Louis van Gaal em maio de 2016 e levou o Manchester United aos títulos da Copa da Liga, do Community Shield e da Liga Europa.

Mourinho, um jogador português, deixa o Manchester United após uma derrota contundente nas mãos de Liverpool em 16 de dezembro, deixando o Manchester United em sexto lugar na Premier League, muito longe dos dias de glória do clube.

A derrota por 3 a 1 para o Liverpool parece ter sido o último prego no caixão de Mourinho.

O ex-jogador do Manchester United, Gary Neville, disse à Sky Sports News que nos últimos meses, Mourinho claramente enfrentou uma trajetória descendente.

“No começo da temporada ficou claro, o conselho não quis apoiar algumas contratações de José Mourinho, para ser honesto, neste ponto você está acabado como técnico”, disse ele, de acordo com o LAD Bible.

A declaração do clube, que não era de se surpreender, não demonstrou nenhum sinal de ressentimento.

“O clube gostaria de agradecer a Jose pelo seu trabalho durante o seu tempo no Manchester United e desejar-lhe sucesso no futuro”, disse o departamento de Relações Públicas do clube.

Mas a desintegração entre Mourinho e Man United não era segredo.

“O que temos visto nos últimos três ou quatro meses é este jogo que apresentamos ao público”, disse Neville. “Eu disse depois do jogo contra o Liverpool, no domingo, que o Manchester United tem andado de joelhos, minuto após minuto, hora após hora, partida a partida nas últimas semanas. E tem sido desagradável, tem sido repugnante.”

“Você pode ver em campo que isso está impactando os jogadores, que neste momento parecem completamente desmoralizados, alguns jogos parecem desinteressados, em outros jogos parecem inspirados por apenas 20 minutos”, disse Neville.

“Mas a demição de José Mourinho é o resultado do que aconteceu no verão passado”, disse ele, acrescentando: “Quando José voltou no primeiro dia da turnê de pré-temporada e começou a fazer reclamações na mídia, você sabia que isso ia trazer consequências, tinha que haver algum tipo de controle naquele momento. ”

A caça por uma substituição

O mundo do futebol tem especulado muito sobre quem vai ocupar o lugar vazio de Mourinho.

(Alex Morton/Getty Images)

“Um novo técnico interino será nomeado até o final da temporada atual”, disse o Manchester United em comunicado, “enquanto o clube conduz um processo de recrutamento completo para um novo técnico principal”.

Apesar dos rumores de que o ex-capitão de Mourinho e ex-capitão do United, Michael Carrick, iria assumir como técnico interino, a BBC informou que a honra não cairia nem para Carrick nem para o chefe da academia, Nicky Butt.

O candidato deve ser selecionado fora do clube e, de acordo com alguns relatos, o ex-técnico do Real Madrid Zinedine Zidane está sendo considerado para o cargo.

Neville defendeu Mauricio Pochettino, técnico do clube Tottenham Hotspur.

“O próximo treinador do Manchester United deve ser Mauricio Pochettino e não apenas porque ele fez um bom trabalho no Tottenham”, disse Neville. “Quando eu olho para os valores do Manchester United, você vê a crença de Pochettino em jogadores jovens, você olha para os níveis de desempenho dele e o estilo de jogo, você olha para o modo como ele se comporta em todos os momentos, publicamente e em particular.”

“Para mim, ele se sente o candidato mais ideal”.

 
Matérias Relacionadas