Mais de 60 mortos após duplo ataque no aeroporto de Cabul

Por Agência EFE

Mais de 60 pessoas morreram e 140 ficaram feridas após o duplo ataque ocorrido na quinta-feira perto do aeroporto de Cabul , informaram fontes oficiais.

As vítimas eram em sua maioria parte da multidão tentando embarcar em um dos voos de evacuação, enquanto o alerta continua para possíveis novos ataques.

As vítimas do duplo atentado ocorrido esta tarde no aeroporto continuam a aumentar, e fontes oficiais garantiram à Efe, sob condição de anonimato, que “mais de 60 pessoas morreram e outras 140 ficaram feridas”.

A fonte indicou ainda que a maioria dos feridos que está a receber cuidados médicos neste momento “está em estado crítico”, pelo que o número de mortes pode aumentar.

O total de vítimas permanece incerto, com novos pacientes e corpos ainda sendo transferidos para hospitais de Cabul.

Voluntários e equipe médica trazem um homem ferido para tratamento após duas poderosas explosões, que mataram pelo menos 15 pessoas, fora do aeroporto de Cabul, Afeganistão , em 26 de agosto de 2021 (Wakil Kohsar / AFP via Getty Images)

A ONG italiana Emergency, que tem um hospital em Cabul, noticiou no Twitter logo após o ataque ter se tornado conhecido à tarde que havia recebido pelo menos 60 pessoas feridas nas explosões, colapsando a capacidade de suas instalações.

“As pessoas que chegaram não podiam falar, muitos estavam aterrorizados, os olhos totalmente perdidos no vazio, o olhar vazio. Raramente vimos uma situação como esta ”, descreveu a ONG na rede social.

O ataque foi reivindicado pela filial afegã do grupo jihadista Estado Islâmico ( ISIS ), segundo nota da agência de informação dos radicais Amaq, divulgada por seus canais de propaganda na internet.

Voluntários e equipe médica carregam um homem ferido para um hospital em Cabul após as explosões do lado de fora do aeroporto Hamid Karzai, no Afeganistão, em 26 de agosto de 2021 (Wakil Kohsar / AFP via Getty Images)

De acordo com o Departamento de Defesa dos Estados Unidos, os ataques foram cometidos por pelo menos “dois homens-bomba, considerados combatentes do EI, que detonaram (os explosivos) nas proximidades da entrada da Abadia do Aeroporto Internacional Hamid Karzai, e nas proximidades de o Hotel Baron ”, também próximo ao aeródromo.

Pelo menos 12 soldados americanos morreram e 15 ficaram feridos no ataque duplo, segundo o chefe militar.

Hospital e equipes médicas carregam um ferido em uma maca para tratamento após duas explosões fora do aeroporto de Cabul, Afeganistão, em 26 de agosto de 2021 (Wakil Kohsar / AFP via Getty Images)

A cidade continua em estado de alerta após o registro de novas explosões na cidade.

De acordo com o principal porta-voz do Talibã, Zabihulla Mujahid, as explosões ouvidas durante a noite “foram (detonações controladas) realizadas pelas forças dos EUA para destruir seu equipamento”, revelou.

Mesmo assim, o chefe do Comando Central dos Estados Unidos (CENTCOM), general Kenneth McKenzie, disse que ainda há “uma série de ameaças ativas” contra o aeroporto de Cabul, que podem ir de um possível ataque com foguete a um ataque com carro-bomba .

No momento dos ataques, milhares de afegãos se encontravam nas proximidades do aeroporto tentando fugir do país em voos internacionais de evacuação que estão prestes a ser concluídos de acordo com o prazo acordado para a retirada das tropas internacionais, em 31 de agosto.

Entre para nosso canal do Telegram

Siga o Epoch Times no Gettr

Veja também:

 

 
Matérias Relacionadas