Maia diz que governo ofereceu R$ 20 bi em emendas para apoiar Arthur Lira

Por Bruna Lima, Terça Livre

O deputado Rodrigo Maia acusou na quarta-feira (27) o governo de Jair Bolsonaro de prometer cerca de R$ 20 bilhões em emendas parlamentares em troca de votos para eleição da mesa diretora da Câmara dos Deputados.

A acusação foi feita ontem durante uma entrevista coletiva.

“Pelo que eu já vi que o governo está prometendo junto com o seu candidato, vai dar pelo menos uns R$ 20 bilhões de emendas extraorçamentárias.”

“Eu quero saber em que orçamento para o ano de 2021, com todo o problema do teto de gastos, (terá espaço). (Como) eles poderão cumprir, se vitoriosos, essa promessa?”, disse Maia, ao responder a pergunta de um repórter sobre um possível “toma lá, dá cá” entre executivo e Câmara.

O presidente da Câmara se referia à verba que os ministérios pagam aos municípios, cujo o valor é indicado por parlamentares através de cadastro, que não é inconstitucional, mesmo que seu questionamento seja verdadeiro.

Rodrigo Maia afirma sua acusação motivado por um novo cadastro realizado por parlamentares no mês de janeiro em um ministério que, segundo ele, não costuma receber registros novos neste mês.

“Acho que, a cada dia que passa, as pessoas vão vendo que vão acabar sendo enganadas nesse toma lá, dá cá. Agora, desde o início de janeiro, abriram o cadastro em três ministérios. Dois, é natural: Turismo e Agricultura. Mas MDR (Ministério do Desenvolvimento Regional)? Nunca abriu cadastro em janeiro”, disse.

“Então, está se abrindo o cadastro para se gerar uma expectativa que, do meu ponto de vista, que conheço o orçamento público, das projeções para este orçamento, vai ser muito difícil de cumprir.””

O deputado ainda levantou a hipótese de o presidente da República furar o teto de gastos para cumprir a suposta promessa de R$ 20 bilhões em emendas.

Possivelmente respondendo as declarações de Maia, o candidato à presidência da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP), disse preferir “o silêncio dos sábios do que as palavras dos tolos.”

“Sobre algumas declarações feitas hoje pelo mesmo de sempre, só resta citar um dito muito apropriado: se todos soubessem o valor das palavras, dariam mais valor ao silêncio”, afirmou Lira em seu perfil no Twitter.

Veja a coletiva completa do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia:

 

Entre para nosso grupo do Telegram.

Veja também:

 
Matérias Relacionadas