Mãe diz que filho foi vacinado em troca de pizza em escola de Los Angeles sem seu consentimento

Por Noé Chartier

Uma mãe em Los Angeles diz que seu filho foi vacinado na escola sem seu consentimento e em troca de pizza.

“Eu deveria ter sido envolvida”, disse Maribel Duarte à NBC 4 News, cujo filho de 13 anos frequenta a Barack Obama Global Prep Academy em South Los Angeles.

Duarte também conta que seu filho foi instruído a não comentar o ocorrido. “A senhora que deu a injeção nele e assinou o papel disse ao meu filho:‘ Por favor, não diga nada. Eu não quero ter problemas’”.

“Doeu saber que ele foi vacinado sem minha permissão, sem eu saber e sem assinar nenhum papel”, disse Duarte.

Um administrador escolar disse à NBC que as alegações não são verdadeiras e que “na maioria das vezes, os pais mentem sobre toda a questão da vacina”.

Duarte, que está vacinada, diz que não queria que seu filho levasse a injeção por causa de problemas de saúde como asma e alergias. “Em relação à saúde do meu filho, sou contra”, disse ela.

O Distrito Escolar Unificado de Los Angeles (LAUSD) não comentou o assunto, citando questões de privacidade, de acordo com a NBC, mas disse que os prêmios são usados como incentivos para encorajar a vacinação dos alunos.

A Califórnia foi o primeiro e continua sendo o único estado a impor a vacinação para a educação presencial de crianças em idade escolar.

O estado anunciou que se esperava que a exigência fosse aplicada às séries 7-12 a partir de 1o de julho de 2022, mas encorajou as jurisdições locais a implementarem a diretiva antes da exigência estadual.

A política do LAUSD, o segundo maior conselho escolar dos Estados Unidos, é que todos os alunos devem ser totalmente vacinados até 10 de janeiro. O LAUSD está enfrentando processos judiciais sobre seu mandato, sob o argumento de que não tem autoridade legal para impor um.

“A lei é clara e está do nosso lado”, afirmou a advogada Jessica Barsotti, que representa a demandante Children’s Health Defense (California Chapter) e a Proteção dos Direitos Educacionais das Crianças. “O LAUSD simplesmente não é a agência governamental adequada para adicionar qualquer nova vacina, incluindo uma vacina COVID-19, como uma condição para a educação presencial na Califórnia.”

Quando a Califórnia anunciou o mandato escolar em outubro, disse: “Graças às ousadas medidas de saúde pública do estado, a Califórnia continua a manter a taxa de casos mais baixa em todo o país”.

 

Entre para nosso canal do Telegram

Assista também:

 
Matérias Relacionadas