Lixeiro decide ajudar os sem-teto depois de presenciar família vivendo atrás de lixeira

 

O que vem à sua mente se você identificar pessoas desabrigadas nas ruas? Você ajuda ou continua seu caminho? Um lixeiro de Maryland, Estados Unidos, simplesmente não podia ignorar sua situação e sabia que tinha que ajudá-los, doando não apenas seu dinheiro, mas também investindo seu tempo.

Certa noite, Arnold Harvey, um motorista do caminhão de lixo em Silver Spring, estava dirigindo por sua rota de coleta de lixo em D.C. em 2007, quando viu uma cena perturbadora – uma família sem teto dormindo atrás de uma lixeira.

Harvey disse que a cena o fez lembrar de sua infância – pois ele cresceu na cidade de Kansas em uma família com 12 filhos. Essa foi a época em que Harvey tomou uma decisão consciente e fez uma promessa para si mesmo e a Deus de que ajudaria os necessitados se sua vida melhorasse.

“Cara, há algo que posso fazer para ajudá-los, pensei,”, disse Harvey no Meredith Vieira Show.

Harvey contatou seu irmão para ajudar a documentar as vidas dos sem-teto e mostrou o vídeo para sua esposa, Theresa, quando isso foi feito.

“Isso mudou toda a expectativa de nossas vidas”, disse Harvey.

“Decidimos que temos que ajudar. Nós não podemos apenas sentar e não fazer nada”, disse Theresa.

O casal começou a distribuir sacolas de alimentos, incluindo alguns acessórios de necessidades básicas, como roupas e cobertores, para os sem-teto.

“Quando começamos a ajudá-los, vimos uma necessidade, isso era mais do que poderíamos fazer”, disse Harvey.

O casal usou suas economias para criar uma organização sem fins lucrativos chamada “Transição Conectada de Deus” (GCT), que ajuda mais de 5.000 pessoas por mês.

Famílias desabrigadas e de baixa renda visitam o GCT, localizado dentro de um depósito em Gaithersburg, Maryland, para comprar alimentos e itens que precisam.

“Isso significa muito para a minha família”, disse um comprador, Tammilee Jules, à ABC News. “Porque muitas vezes, não temos tudo de que precisamos. E nesses momentos, saber que podemos ir no GCT e simplesmente fazer compras livremente, você sabe, sem ficar envergonhado de forma alguma, porque as portas estão abertas para nós”.

“Muitas vezes você se encontra em situações em que você perde a esperança”, acrescentou outra cliente, Joyce Lee. “E então Theresa, ela apenas (dá) aquela dose de esperança. E Arnold está bem atrás dela, sabe, e juntos eles formam um time incrível. “

O armazém não apenas fornece mercadorias básicas, mas também lhes dá oportunidades de aprender algumas habilidades comerciais para que tenham melhores chances de melhorar suas vidas.

Harvey disse que eles os treinam em habilidades administrativas e outras habilidades básicas “porque é difícil criar uma família de quatro pessoas por US $ 8,50 por hora”.

Que missão altruísta! Os esforços desta família para ajudar a comunidade são de fato inspiradores – definitivamente precisamos de mais pessoas como essas.

Assista a história do casal no vídeo abaixo:

Crédito da foto: Captura de tela do YouTube | O Meredith Vieira Show.

O lixeiro acabou de fazer algo incrivelmente doce para uma criança com autismo

 
Matérias Relacionadas