Liu Zongyuan, famoso poeta e escritor da Dinastia Tang

Liu Zongyuan (773-819 d.C.) foi um famoso poeta e escritor na Dinastia Tang. Ele foi um dos Oito Grandes Mestres Prosadores das dinastias Tang e Song.

Liu Zongyuan passou no exame imperial bem jovem e se distinguiu como um homem corajoso e íntegro, dotado de admirável memória dos inúmeros clássicos que estudou. Quando discursava, ele podia entrelaçar diversos enredos históricos e costumes jurídicos com proficiência e assim a audiência sempre aprendia algo e admirava seu profundo conhecimento. Devido a sua reputação de sábio, muitos nobres tentavam atraí-lo para seus círculos.

No entanto, após alguns anos de serviço como funcionário da corte imperial, ele teria “ofendido” os grupos políticos no poder por preferir manter-se distante de intrigas e evitar partidarismos e, eventualmente, foi rebaixado para uma posição inferior numa região remota. Enquanto viajava para a região que foi atribuída, ele foi informado de que foi rebaixado ainda mais.

Cair de uma carreira promissora pode ser difícil de engolir para uma pessoa talentosa, mas Liu Zongyuan decidiu lidar com a adversidade aprofundando-se na literatura e suas poesias e obras literárias refinaram-se ainda mais. Ele não voltou à política da corte novamente, preferindo dedicar-se a visitar e inspirar-se nas paisagens naturais. Há muitas histórias sobre suas peregrinações, duas das quais são especialmente comoventes.

Quando Liu Zongyuan foi rebaixado, um de seus amigos também sofreu punição semelhante e foi destinado a uma área isolada, estéril e incivilizada bem longe da capital. Como a mãe do amigo era muito idosa para viajar com ele, seria extremamente difícil para o filho visitar e cuidar dela a partir da distância que os separariam. Vendo esta situação, Liu Zongyuan pediu numa carta ao imperador para trocar com o amigo, explicando sua voluntariedade em assumir o cargo na área remota. Posteriormente, o imperador decidiu conceder a troca em favor do amigo. Esta história foi registrada nos documentos históricos, mas foi também elaborada na poesia Tang e em outras obras literárias.

Após tomar posse na área remota e árida, Liu Zongyuan descobriu que as famílias pobres locais frequentemente penhoravam os filhos para sobreviverem. Se não podiam pagar em dia o dinheiro que deviam, eles próprios e os filhos penhorados se tornariam escravos de seus credores. Liu Zongyuan tomou várias medidas para ajudar as famílias pobres. Para os que eram extremamente pobres e não ganhavam o suficiente para viver, ele pediria aos ricos que permitissem-nos trabalharem para eles como alternativa pelo pagamento ao invés da escravidão. Para aquelas famílias cujos membros em idade ativa haviam falecido, ele pagaria do próprio bolso para resgatar as crianças penhoradas. Desta forma, ele ajudou milhares de famílias a serviço do império e era conhecido como um homem benevolente.

Para conhecer outras figuras históricas da antiga China, <a href=”http://www.epochtimes.com.br/categoria/figuras-historicas-china/”>clique aqui</a>.

 
Matérias Relacionadas