Em ligações gravadas, médicos chineses admitem extração forçada de órgãos de praticantes do Falun Dafa

Esta matéria é a transcrição de uma das chamadas telefônicas documentadas no relatório "Bloody Harvest" (Colheita Sangrenta), de David Kilgour e David Matas

Por Epoch Times

Nota do editor: O Epoch Times está publicando uma série de artigos sobre tortura e abusos cometidos contra prisioneiros de consciência inocentes na China.

Um dos muitos métodos que os ativistas de direitos humanos usam para investigar a extração forçada de órgãos de praticantes do Falun Dafa na China, um crime comandado pelo Estado chinês, é telefonando para os profissionais médicos dos hospitais chineses onde se realiza essa prática abominável.

Nos telefonemas, eles se apresentam como um paciente em potencial que precisa de um órgão. Durante muitas dessas chamadas, os profissionais médicos admitiram que a fonte dos órgãos são praticantes do Falun Dafa, também conhecido como Falun Gong, uma prática tradicional de meditação seguida na China.

A seguir está a transcrição de uma dessas chamadas documentadas no relatório “Bloody Harvest” (Colheita Sangrenta), de David Kilgour e David Matas.

Dr. Lu, Hospital Minzu em Guangxi, 22 de mayo de 2006

Investigador: Você tem acesso a órgãos de praticantes do Falun Gong?

Dr. Lu: Vou te dizer, não temos como consegui-los. É muito difícil consegui-los agora em Guangxi. Se você não pode esperar, eu sugiro que vá para Guangzhou, porque é muito fácil para eles obterem os órgãos. Você pode pesquisar em todo o país. Ao realizar o transplante de fígado, ao mesmo tempo, eles podem obter o rim para você, tornando muito fácil para eles. Muitos lugares onde há escassez de provisões se dirigem a eles para obter ajuda.

Investigador: Por que é tão fácil para eles obtê-los?

Dr. Lu: Porque eles são uma instituição importante. Eles entram em contato com o sistema [judicial] em nome de toda a universidade.

Investigador: Então eles usam órgãos de praticantes do Falun Gong?

Dr. Lu: Correto.

Investigador: O que usavam antes [dos órgãos de praticantes do Falun Dafa], vinham de centros de detenção ou prisões?

Dr. Lu: De prisões.

Investigador: E eles eram de praticantes saudáveis do Falun Gong?

Dr. Lu: Certo. Escolhemos os saudáveis para garantir a qualidade de nossa operação.

Investigador: Isso significa que você mesmo escolhe os órgãos?

Dr. Lu: Correto.

Investigador: Normalmente, quantos anos tem a pessoa que fornece os órgãos?

Dr. Lu: Normalmente, é uma pessoa de trinta e poucos anos.

Investigador: Então, você vai até a prisão para selecioná-los pessoalmente?

Dr. Lu: Correto. Precisamos selecioná-lo.

Investigador: O que acontece se o escolhido não quiser doar?

Dr. Lu: Ele com certeza irá doar.

Investigador: Por quê?

Dr. Lu: Nós sempre encontramos uma maneira. Você está preocupado com o que? Esse tipo de coisa não deveria preocupá-lo. Eles têm seus procedimentos.

Investigador: A pessoa sabe que seus órgãos serão removidos?

Dr. Lu: Não, não sabe.

 
Matérias Relacionadas