Li Jing, um distinto general da Dinastia Tang

Li Jing, um distinto general da Dinastia Tang (Jane Ku/The Epoch Times)

Li Jing (571-649 d.C.), um dos generais mais ilustres da Dinastia Tang, derrotou os turcos do Leste e consolidou o reinado da Dinastia Tang nas regiões orientais.

Inspirado por lendas e tradições fantásticas, o jovem Li Jing sempre quis servir um grande imperador e realizar feitos heroicos. Mais tarde, ele juntou-se ao príncipe Li Shimin, que eventualmente se tornou o Imperador Taizong, e participou de inúmeras batalhas contra diversas forças rebeldes, antes que a Dinastia Tang fosse fundada.

Quando os turcos do Leste mostraram-se como a maior ameaça à Dinastia Tang, Jing Li foi nomeado comandante-em-chefe e, com cinco outros generais, liderou cem mil tropas para combater os turcos.

Quando informado de que os turcos estavam sob uma tempestade de neve pesada, Li Jing decidiu aproveitar a oportunidade para lançar um ataque surpresa com três mil tropas de cavalaria lideradas por ele. O Khan turco ficou estupefato pelo súbito aparecimento de Li Jing e sua tropa e fugiu em pânico. Antes que o Khan turco pudesse se estabelecer, seu general foi derrotado por Li Jing, forçando o Khan a recuar para uma zona ainda mais remonta ao Norte. Mais tarde, quando o Khan planejava uma invasão para o próximo ano, ele enviou emissários para negociarem termos de rendição à Dinastia Tang para ganhar tempo e iludir os adversários.

Descobrindo a artifício estratégico do Khan, Li Jing planejou usar o truque de Khan contra o próprio. Então, ele aconselhou o imperador a aceitar o pedido de trégua do Khan, mas levou suas tropas de elite para lançar outro ataque surpresa aos turcos. O plano funcionou perfeitamente e derrotou e capturou a maior parte das forças turcas. O Khan fugiu, mas foi posteriormente capturado e assim todos os nobres turcos se renderam. Li Jing foi promovido a duque de Dai por suas conquistas e por submeter os turcos orientais a um Estado vassalo.

Além de suas realizações militares, Li Jing também é lembrado por sua discrição na corte imperial. Muito raramente ele pleiteou algo para si, mesmo quando falsamente acusado, e simplesmente continuava seu dever em silêncio. Taizong apreciava seu caráter e nunca duvidou de sua confiança.

Para conhecer outras figuras históricas da antiga China, clique aqui.

Epoch Times publica em 35 países em 21 idiomas.

Siga-nos no Facebook: https://www.facebook.com/EpochTimesPT

Siga-nos no Twitter: @EpochTimesPT

 
Matérias Relacionadas