Laptop e pen drive roubados na Filadélfia antes das eleições, já apontavam fraudes

Por Brehnno Galgane, Terça Livre

Os drives de computador usados ​​para programar as urnas de votação da Filadélfia foram roubados de um depósito da cidade junto com o laptop de um funcionário do fabricante das máquinas no dia 1 de outubro, ou seja, um mês e dois dias antes das eleições.

Os itens foram roubados de um depósito na seção de East Falls da cidade, disse o porta-voz da comissão eleitoral da cidade, Nick Custodio.

“Estamos confiantes de que este incidente não comprometerá de forma alguma a integridade da eleição”, disse Nick Custodio. Entretanto, aparentemente, não foi  o que aconteceu e as eleições no Estado acabaram sendo influenciadas e com reais indícios de fraudes.

“Essas pendrives eram dispositivos de acesso de administrador para entrar nas telas de configuração e depuração das máquinas de votação. Com essas unidades roubadas, alguém poderia alterar ou injetar votos ilegais”, comentou o jornalista Allan dos Santos em um tuíte.

A primeira etapa da segurança da rede é a segurança física. Se não é possível proteger fisicamente os dispositivos, então esses sistemas podem ser facilmente comprometidos.

 
Matérias Relacionadas