Kim Jong-un é ‘eleito por unanimidade’ ditador da Coreia do Norte

Por Brehnno Galgane, Terça Livre

No último domingo (10), segundo a emissora estatal KCNA, o ditador comunista da Coreia do Norte, Kim Jong-un, foi “eleito por unanimidade” secretário-geral do Partido dos Trabalhadores. Atualmente, o ditador era o presidente da sigla.

A função de secretário-geral havia sido excluída por decisão do próprio Kim em 2016, sendo que o antecessor na função era seu pai, Kim Jong-il. Naquele ano, foi criado o posto de presidente.

No entanto, durante as reuniões deste ano, o partido voltou a ter a configuração da época do governo de Kim Jong-il.

Além disso, a irmã do atual ditador, Kim Yo-jong, apontada como possível sucessora do irmão no poder, foi excluída da lista de suplentes do secretariado.

Segundo a KCNA, “todos os delegados expressaram total apoio a Kim”.

A China, a principal aliada da Coreia do Norte, em uma nota divulgada pela mídia estatal Xinhua, parabenizou Kim Jong-un pela “eleição”.

Apoie nosso jornalismo independente doando um “café” para a equipe.

Veja Também:

 
Matérias Relacionadas