Juíza decide que Britney Spears é uma ‘mulher independente’ e pode assinar a própria papelada imobiliária e administrar finanças

Spears afirmou que membros de sua família deveriam estar 'na prisão' pelo que fizeram a ela

Por Katabella Roberts 

Uma juíza da Corte Superior de Los Angeles, no dia 8 de dezembro, decidiu que Britney Spears pode agora assinar sua própria papelada imobiliária e gerenciar suas finanças pela primeira vez em quase 14 anos.

A decisão da juíza Brenda J. Penny devolve a Spears os direitos de lidar com seu próprio dinheiro e propriedades e significa que a cantora “tem a capacidade de fazer o que quiser”, afirmou seu advogado, Mathew Rosengart.

“Em 12 de novembro de 2021, pela primeira vez em mais de 13 anos, Britney Spears é uma mulher livre e independente e a juíza Penny, mais uma vez, reconheceu isso ao indicar que ela tem a capacidade de fazer o que quiser”, Rosengart  afirmou a repórteres ao lado de fora do tribunal de Stanley Mosk, no centro de Los Angeles. “Portanto, não foi surpreendente ouvir a juíza Penny afirmar isso, mas foi uma confirmação do que todos nós sabemos com base no que aconteceu em 12 de novembro”.

A decisão foi tomada apenas um mês após Penny encerrar a polêmica tutela que supostamente controlava o dinheiro de Spears na última década.

Naquela audiência, John Zabel, que exerce o papel de tutor dos bens após o pai de Spears ser afastado do cargo, em setembro, recebeu o poder de execução do trust da propriedade e o poder de transferir ativos para o trust, informou a Variety.

Zabel continuará com a curatela temporária do espólio de Spears em uma capacidade limitada, predominantemente para encerrar questões financeiras até 19 de janeiro, quando a próxima audiência está marcada.

Apoiadores da pop star Britney Spears se abraçam enquanto comemoram após um juiz suspender o pai de Britney Spears de seu papel de 13 anos como o controlador dos negócios da cantora no Tribunal de Justiça de Stanley Mosk, em Los Angeles, na Califórnia, no dia 29 de setembro de 2021 (Mario Anzuoni / Reuters)
Apoiadores da pop star Britney Spears se abraçam enquanto comemoram após um juiz suspender o pai de Britney Spears de seu papel de 13 anos como o controlador dos negócios da cantora no Tribunal de Justiça de Stanley Mosk, em Los Angeles, na Califórnia, no dia 29 de setembro de 2021 (Mario Anzuoni / Reuters)

A ordem foi necessária porque o pai de Britney, James “Jamie” Spears, supostamente “implantou um termo” em seus documentos anteriores de planejamento imobiliário que a manteve “desnecessariamente presa ao tribunal” por precisar da aprovação de um juiz para solicitar quaisquer alterações, afirmou o advogado de seu novo contador em processos judiciais, de acordo com a Rolling Stone.

“Podemos apenas ter o alívio desta cláusula, revogando essa cláusula, para que a Sra. Spears, como uma mulher independente que não está mais sob tutela, possa executar os papéis? E, se isso acontecer, saberemos que eles terão toda a força e efeito?” Rosengart perguntou a Penny.

A juíza então concordou em realizar a ordem para que a cantora pudesse executar os documentos e também concedeu uma moção para selar a papelada relacionada ao novo plano de espólio de Spears.

O pai de Spears compareceu ao tribunal por telefone e falou apenas para se identificar. Seu advogado, Alex Weingarten, afirmou que pode solicitar acesso total à petição de planejamento imobiliário antes da audiência de 19 de janeiro, informou o Deadline.

O Epoch Times entrou em contato com Weingarten para comentários.

Durante uma audiência em junho, Spears falou pela primeira vez sobre a polêmica tutela que, segundo ela, a fazia sentir como se não pudesse “viver uma vida plena”.

A cantora também alegou que membros de sua família se envolveram em “abusos da curatela” e afirmou que não iria se apresentar novamente, a menos que seu pai fosse removido de seu papel como tutor.

Jamie Spears negou qualquer irregularidade no caso e afirmou que está agindo apenas no melhor interesse de sua filha. Sua ex-advogada, Vivian Thoreen, afirmou em setembro que seu cliente “não responde ao tribunal da opinião pública” e “responde a um tribunal de justiça, o tribunal de sucessões”.

Após a tutela ser removida, Spears foi ao Instagram para agradecer aos fãs por seu apoio, enquanto afirmava que membros de sua família deveriam estar “na prisão” pelo que fizeram a ela, mas ela não deu mais detalhes.

“Eu sei como é embaraçoso compartilhar o fato de nunca ter visto dinheiro ou não ser capaz de dirigir meu carro”, escreveu Spears, acrescentando: “Ainda me surpreende todos os dias quando acordo como minha família e a tutela foi capaz de fazer o que fizeram comigo”.

Entre para nosso canal do Telegram

Assista também:

 
Matérias Relacionadas