Israel informa que GPS foi interrompido misteriosamente em seu espaço aéreo

Por Reuters

JERUSALÉM – Israel está enfrentando problemas inexplicáveis de GPS em seu espaço aéreo, mas medidas estão em vigor para permitir pousos e decolagens seguras em seu principal aeroporto internacional, disse o governo na quarta-feira.

O anúncio da Autoridade de Aeroportos de Israel (IAA) foi emitido na terça-feira, após um relatório da Federação Internacional de Associações de Pilotos de Linha Aérea (IFALPA), inforando que “muitos” pilotos perderam sinais de satélite do Sistema de Posicionamento Global em torno do Aeroporto Ben Gurion, de Telavive.

Confirmando que houve interrupções no GPS por aproximadamente as últimas três semanas, um comunicado do IAA disse que isso afetou apenas tripulações aéreas e não sistemas de navegação terrestre.

As autoridades israelenses trabalharam desde o início para localizar a fonte do problema e consertá-lo, acrescentou.

Perguntado se uma explicação para a interrupção havia sido encontrada, um porta-voz da IAA disse: “Não. Eu não sei.”

“Em nenhum momento houve um incidente de segurança decorrente da interrupção do GPS no contexto da precisão da navegação e corredores de voo”, disse a IAA.

O exército israelense disse que suas operações não foram afetadas.

“A questão é de interesse civil e a IDF (Forças de Defesa de Israel) fornece apoio tecnológico para facilitar a liberdade de movimento dentro do espaço aéreo de Israel”, disse uma porta-voz militar.

Em seu post na terça-feira, a IFALPA disse que a perda do sinal de GPS gerou “risco potencial” e aconselhou as tripulações de voo que operam em Israel a “evitar distrações e planejar procedimentos alternativos conforme necessário”.

De Dan Williams

 
Matérias Relacionadas