Institutos Nacionais de Saúde iniciam estudo sobre infecção por vírus do PCC em crianças

Uma agência federal de saúde anunciou o lançamento de um grande estudo sobre como o vírus do PCC, o novo coronavírus que causa a COVID-19, infecta crianças.

Os Institutos Nacionais de Saúde de E.E. U.U. (NIH) afirmaram em um comunicado que estão lançando o estudo, chamado Epidemiologia Humana e Resposta ao SARS-CoV-2 (HEROS)”, para ajudar a determinar a taxa de infecção do novo coronavírus em crianças e seus parentes”. NIH refere-se ao vírus por sua designação científica, SARS-CoV-2.

Veja também:

“Uma característica interessante dessa nova pandemia de coronavírus é que poucas crianças adoeceram com COVID-19 em comparação aos adultos”, disse o diretor do NIAID, Anthony Fauci. “Isso ocorre porque as crianças são resistentes à infecção por SARS-CoV-2 ou porque estão infectadas, mas não desenvolvem sintomas? O estudo HEROS nos ajudará a começar a responder a essas e outras perguntas importantes. ”

Micrografia eletrônica de varredura em cores de uma célula (verde) fortemente infectada com partículas do vírus do PCC (roxo), comumente conhecidas como vírus SARS-CoV-2 ou CCP, isoladas de uma amostra de paciente, publicada em 16 de março de 2020 (NIAID)
Micrografia eletrônica de varredura em cores de uma célula (verde) fortemente infectada com partículas do vírus do PCC (roxo), comumente conhecidas como vírus SARS-CoV-2 ou CCP, isoladas de uma amostra de paciente, publicada em 16 de março de 2020 (NIAID)

Um estudo recente do Centro de Controle de Doenças (CDC) observou que “relativamente poucas crianças com COVID-19 são hospitalizadas, e menos crianças do que adultos experimentam febre, tosse ou falta de ar”.

No entanto, sintomas graves foram relatados em crianças, incluindo várias mortes. Nas últimas semanas, hospitais de todo o mundo descreveram uma condição misteriosa em crianças que eles chamam de “síndrome inflamatória multissistêmica pediátrica”, com possíveis ligações à COVID-19.

As autoridades britânicas, citando um alerta do NHS na Inglaterra, disseram que a nova síndrome tinha “características sobrepostas da síndrome do choque tóxico e da doença atípica de Kawasaki com parâmetros sanguíneos consistentes com COVID-19 grave em crianças”.

A doença de Kawasaki causa inchaço das artérias por todo o corpo, de acordo com a Clínica Mayo.

O estudo HEROS examinará se as taxas de infecção por vírus diferem entre crianças com asma ou outras condições alérgicas e aquelas que não.

A equipe do estudo matriculará 6.000 pessoas em 11 cidades nos Estados Unidos e monitorará crianças e suas famílias por seis meses para determinar quem é infectado pelo vírus, se ele é transmitido a outros membros da família e quais membros da família com o vírus desenvolvem a COVID-19.

Fotomicrografia por transmissão de elétrons do vírus SARS-CoV-2, ao qual o Epoch Times se refere como vírus do PCC, isolado de um paciente (NIAID)
Fotomicrografia por transmissão de elétrons do vírus SARS-CoV-2, ao qual o Epoch Times se refere como vírus do PCC, isolado de um paciente (NIAID)

Tina Hartert, líder do estudo e diretora do Centro de Pesquisa em Asma e Ciências Ambientais, disse que o teste mais amplo dará uma imagem mais clara de quantas crianças em todo o país estão infectadas pelo vírus.

“Até agora, os dados sobre a extensão da infecção por SARS-CoV-2 na população dos EUA eram limitados a pessoas que interagem fisicamente com o sistema de saúde: aquelas que são testadas, especialmente aquelas que são positivas e aquelas que estão gravemente doentes”, afirmou Hartert em comunicado. Esses dados, disse ele, “não nos permitem entender a extensão total da infecção por SARS-CoV-2 em toda a população”.

O NIH investiga as causas, tratamentos e curas para doenças comuns e raras.

Apoie nosso jornalismo independente doando um “café” para a equipe.

Veja também:

O Método do PCC

 

 
Matérias Relacionadas