Inflação e guerra na Ucrânia são as maiores ameaças ao sistema financeiro

“A inflação tem sido mais alta e mais persistente do que o esperado, mesmo antes da invasão da Ucrânia"

Por Associated Press

Nova Iorque – O Federal Reserve disse na segunda-feira que o aumento da inflação e a guerra da Rússia na Ucrânia são agora as maiores ameaças enfrentadas pelo sistema financeiro global, ultrapassando a pandemia do coronavírus.

As observações vieram do Relatório de Estabilidade Financeira semestral do Fed, que analisa as tendências nas negociações e investimentos, bem como questões econômicas amplas. O relatório não é uma previsão econômica e não tenta prever o próximo risco para o sistema financeiro. Mas destaca áreas de preocupação para os bancos centrais.

O Fed disse que a incerteza econômica aumentou desde o relatório anterior do banco, com a guerra na Ucrânia sendo uma grande parte da deterioração. O banco também destacou as grandes flutuações nos preços dos ativos – de títulos do Tesouro a ações – à medida que os investidores reavaliam o risco em um ambiente de alta inflação.

“A inflação tem sido mais alta e mais persistente do que o esperado, mesmo antes da invasão da Ucrânia, e a incerteza sobre as perspectivas de inflação representa riscos para as condições financeiras e a atividade econômica”, disse o Fed em seu relatório.

O Fed disse que a inflação persistentemente alta pode exigir que os bancos centrais aumentem rapidamente as taxas de juros, o que também pode ser um risco potencial de instabilidade financeira na forma de menor produção econômica, bem como maiores custos de empréstimos para indivíduos e empresas. Isso pode fazer com que os níveis de dívida, que o Fed diz serem elevados, mas ainda não são uma grande preocupação, se tornem insustentáveis ​​para algumas empresas.

“Outras surpresas adversas na inflação e nas taxas de juros, principalmente se acompanhadas por um declínio na atividade econômica, podem afetar negativamente o sistema financeiro”, disse o banco.

Para os indivíduos, a inflação pode causar perda de empregos à medida que o Fed aumenta as taxas de juros, o que também pode afetar o mercado imobiliário por meio de taxas de hipoteca mais altas, disse o banco.

Como o documento reflete o pensamento do Fed, suas conclusões podem ser parte do pano de fundo quando o banco central conduzir seus testes de estresse anuais dos maiores bancos do país nas próximas semanas. O Fed usou relatórios anteriores para destacar a pandemia, bem como o interesse do ano passado em ações “meme”, como GameStop e AMC Entertainment.

Em um comunicado, o governador do Fed, Lael Brainard, também citou a recente volatilidade nos mercados de commodities como um local de risco potencial. Embora as oscilações no mercado de energia tenham ganhado manchetes há várias semanas, outros mercados de commodities – particularmente os de metais industriais como níquel, zinco e lítio – sofreram grandes flutuações.

“O Federal Reserve está trabalhando com reguladores nacionais e internacionais para entender melhor as exposições dos participantes do mercado de commodities e suas ligações com o sistema financeiro central”, disse ela.

Por Ken Sweet

Entre para nosso canal do Telegram

Assista também:

 
Matérias Relacionadas