Indústria de restaurantes prevê altos custos de alimentos e mão de obra para esse ano

Empreendedores na área de restaurantes continuam a sentir perturbações no futuro imediato

Por Nicholas Dolinger 

A National Restaurant Association divulgou seu relatório anual sobre a indústria de restaurantes, dando uma ampla avaliação das tendências na indústria de restaurantes e fazendo várias previsões para o futuro próximo.

O novo relatório, divulgado no dia 1º de fevereiro, prevê um crescimento mais lento do setor em 2022, ao mesmo tempo em que descreve muitos dos desafios enfrentados pelos restaurantes nesta conjuntura econômica colérica.

O relatório prevê que o emprego na indústria de restaurantes aumentará em 400.000 empregos para um total de 14,9 milhões até o final do ano, criando um padrão de crescimento significativamente mais lento do que o testemunhado em 2021, quando a política monetária federal e a emancipação gradual das restrições da pandemia estimularam a regeneração de uma economia combalida.

No entanto, os empreendedores na área de restaurantes continuam a sentir perturbações sobre o futuro imediato, com mais da metade dos entrevistados afirmando que levaria mais de um ano para que as condições dos negócios voltassem ao normal. Surpreendentes 96% dos operadores de restaurantes afirmaram sofrer atrasos ou escassez de alimentos ou bebidas essenciais, e essas interrupções provavelmente permanecerão ao longo do ano.

A imagem também é sombria para o lado do consumidor, já que muitos que gostariam de comer fora são dissuadidos por medos persistentes da pandemia e inflação dos preços. De acordo com uma pesquisa da National Restaurant Association, 51% dos adultos declararam que não comiam fora com a frequência que gostariam – um aumento de 6% em relação aos níveis pré-pandemia.

Os quase dois anos de do vírus do PCC (Partido Comunista Chinês) atormentaram o setor de restaurantes, que foi forçado a lidar com bloqueios intermitentes, restrições de capacidade, mandatos de vacinação para funcionários e clientes, escassez de mão de obra e interrupções na rede de fornecimento.

Espera-se que muitos desses problemas continuem ao longo do ano civil vigente, fazendo com que os donos de restaurantes prevejam águas turbulentas em um futuro próximo. A onda inicial do vírus do PCC provocou o fechamento de 10% dos restaurantes nos Estados Unidos, mas aqueles que sobreviveram tiveram muita recuperação à medida que as condições melhoraram. No entanto, essa recuperação pode cambalear diante dos desafios de 2022, e os donos de restaurantes provavelmente experimentarão essas frustrações no futuro próximo.

Entre para nosso canal do Telegram

Assista também:

 
Matérias Relacionadas