Imperador Gaozu, um governante calmo e tolerante

Li Yuan, o Imperador Gaozu, um governante calmo e tolerante

Li Yuan (565-635 d.C.), posteriormente Imperador Gaozu, foi o fundador da Dinastia Tang. Excelente estrategista militar, ele também era conhecido como um governante tranquilo e tolerante.

Uma história nos conta como ele derrotou mais de 100 mil rebeldes com apenas seis mil de seus soldados. Li Yuan dividiu suas tropas em dois grupos, um grupo maior, com carros pesados e suprimentos guardados pelos mais velhos e fracos, e outro grupo pequeno, composto da cavalaria de elite, que ficou escondido nas proximidades. Então, ele usou seu grupo maior para atrair os rebeldes e suportar a primeira carga de ataque e enviou a tropa de elite para combater os rebeldes quando estes desfizeram sua formação de batalha para saquear os suprimentos. Ao se aproveitar da indisciplina dos rebeldes, ele derrotou o inimigo mesmo em enorme desvantagem numérica.

Depois que ele se tornou imperador, Li Yuan comportou-se como um governante humilde na corte, utilizando seu nome comum, assim evitando ostentação ou pompa, e frequentemente convidando funcionários imperiais para sentarem-se com ele no mesmo sofá e ouvi-los atentamente. Quando aconselhado para manter a ordem estritamente, ele respondeu: “No passado, um imperador compartilhou o mesmo ambiente com seu ministro, que até estendeu uma perna no estômago do imperador; agora que vocês são todos meus colegas altamente respeitados e melhores amigos, eu sempre me recordo dos dias em que lutamos ombro a ombro. Por favor, não se inquietem com protocolos e formalidades.”

Em certo momento, o Imperador Gaozu delegou várias questões administrativas a um chanceler, uma pessoa dedicada e diligente. Como este chanceler seguia rigorosamente as regras, muitos o temiam e por interesse difundiram calúnias tentando difamá-lo. Um dia, o chanceler foi acusado na corte de não passar um édito do imperador com eficiência e presteza, colocando-o assim em controvérsia com Gaozu, ao que o chanceler respondeu pessoalmente: “Na dinastia anterior, éditos imperiais publicados por oficiais na corte por vezes não eram coerentes com os aprovados e anunciados antes. Os departamentos relacionados não tinham certeza do que fazer, assim, eles normalmente implementavam os mais fáceis primeiro e deixavam os mais complicados para depois. Eu trabalhei para a dinastia anterior durante anos e observei numerosos casos. Sua Majestade assumiu o poder recentemente e cada edital tem impacto no futuro da Dinastia Tang, portanto, qualquer confusão sobre os editais deve ser evitada. Por essa razão, tenho de verificar com cuidado cada edital antes de publicá-lo, para ter certeza de que o novo não está em conflito com algum prévio ainda válido. Esse é o motivo por que os funcionários da corte não publicaram os éditos a tempo.”

Ouvindo isso, o Imperador Gaozu exclamou, “Felizmente eu o tenho me servindo; com o que eu me preocuparia?”

Para conhecer outras figuras históricas da antiga China, clique aqui.

Epoch Times publica em 35 países em 21 idiomas.

Siga-nos no Facebook: https://www.facebook.com/EpochTimesPT

Siga-nos no Twitter: @EpochTimesPT

 
Matérias Relacionadas