Ilha de Komodo é fechada porque as pessoas continuam roubando seus terríveis dragões

Os dragões de komodo são lagartos carnívoros que se alimentam de búfalos, veados e javalis

Por Jesús de León, Epoch Times

O governo indonésio anunciou que fechará a Ilha de Komodo aos turistas no ano que vem, na tentativa de impedir que as pessoas continuem roubando seus dragões.

Em uma reunião com o Ministério do Meio Ambiente e Florestas, na semana passada, o porta-voz da administração provincial de Nusa Tenggara Leste, Marius Jelamud, declarou que “a Ilha de Komodo será temporariamente fechada em janeiro de 2020”, relatou Tempo. O fechamento deve ser de pelo menos 12 meses.

A decisão foi tomada depois que a polícia de Java Oriental prendeu uma rede de contrabando que roubou 41 dragões de Komodo (Varanus komodoensis) e tentou vendê-los no mercado negro internacional por 500 milhões de rúpias (cerca de US$ 35.598) cada um.

Akhmad Yusep Gunawan, chefe da unidade de crimes especiais da polícia de Java Oriental, disse que 5 filhotes de Komodo foram resgatados do grupo de traficantes de animais.

Dragões de Komodo são alimentados por trabalhadores do zoológico de Surabaya, na cidade de Surabaya, província de Java Oriental, em 5 de junho de 2015 (JUNI KRISWANTO / AFP / Getty Images)
Dragões de Komodo são alimentados por trabalhadores do zoológico de Surabaya, na cidade de Surabaya, província de Java Oriental, em 5 de junho de 2015 (JUNI KRISWANTO / AFP / Getty Images)

“Os criminosos pretendiam mandar os animais para três países do Sudeste Asiático através de Singapura”, disse Yusep a repórteres na semana passada, segundo o The Jakarta Post.

As autoridades indonésias também prenderam 5 contrabandistas em Java por supostamente traficar dragões de Komodo junto com gatos, gansos, cacatuas e pássaros.

Filhotes de dragão de Komodo de 4 dias de idade no zoológico de Surabaya, província de Java Oriental, em 17 de março de 2018 (JUNI KRISWANTO / AFP / Getty Images)
Filhotes de dragão de Komodo de 4 dias de idade no zoológico de Surabaya, província de Java Oriental, em 17 de março de 2018 (JUNI KRISWANTO / AFP / Getty Images)

“O suspeito vendeu os komodos (dragões) online através do Facebook”, disse o porta-voz da polícia de Java Oriental, Frans Barung Mangera, em um comunicado.

O comissário de polícia Rofiq Ripto Himawan disse ao Channel News Asia que os animais são normalmente contrabandeados para compradores asiáticos. “Esses animais são vendidos para a medicina tradicional”, disse Rofiq. “Os dragões de Komodo podem ser usados para fazer antibiótico.”

Esses animais são considerados os maiores lagartos do mundo e são uma das espécies mais ameaçadas do planeta. O Parque Nacional de Komodo, considerado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, está localizado em Nusa Tenggara Oriental e é o único lugar onde os répteis podem ser vistos em seu habitat natural.

Após o anúncio, o porta-voz da administração provincial de Nusa Tenggara Oriental, Marius Jelamud, salientou que o fechamento será válido apenas na ilha de Komodo, não em todas as áreas de conservação.

Filhote de dragão de komodo com duas semanas de idade, nascido em uma incubadora na ilha de Java Oriental, na cidade de Surabaya, em 19 de março de 2015, como parte do programa de reprodução em cativeiro do zoológico para espécies ameaçadas de extinção (JUNI KRISWANTO / AFP / Getty Images)
Filhote de dragão de komodo com duas semanas de idade, nascido em uma incubadora na ilha de Java Oriental, na cidade de Surabaya, em 19 de março de 2015, como parte do programa de reprodução em cativeiro do zoológico para espécies ameaçadas de extinção (JUNI KRISWANTO / AFP / Getty Images)

De acordo com o que disse Marius, o fechamento dará ao governo tempo para realizar a manutenção, e para garantir a reserva de alimentos dos dragões, bem como preservar a natureza e o meio ambiente na ilha, por exemplo, plantando vegetação endêmica do leste de Nusa Tenggara.

“Estes são os nossos planos para administrar o Parque Nacional de Komodo, especialmente a Ilha de Komodo em 2020”, disse Marius, acrescentando que o fechamento deve aumentar a população e preservar o habitat dos dragões de Komodo.

Foto tirada em 2 de dezembro de 2010 mostra um dragão de Komodo na área costeira da ilha de Komodo (ROMEO GACAD / AFP / Getty Images)
Foto tirada em 2 de dezembro de 2010 mostra um dragão de Komodo na área costeira da ilha de Komodo (ROMEO GACAD / AFP / Getty Images)

O maior lagarto do mundo

Os dragões de Komodo são considerados os maiores e mais pesados lagartos do mundo.

A espécie é amplamente conhecida por seu tamanho impressionante e aparência assustadora, bem como por sua capacidade de se alimentar efetivamente de animais de grande porte e por sua tolerância a condições de vida extremamente duras.

Os dragões de komodo são lagartos carnívoros que se alimentam de búfalos, veados e javalis.

Eles podem crescer até três metros de comprimento e pesar mais de 150 quilos. Sabe-se que existiu nas duas pequenas ilhas orientais da Indonésia durante milhões de anos.

 
Matérias Relacionadas