Homem encontra a cura para suas doenças e se livra de possessão por espíritos através de caminho espiritual

O autor hoje desfruta de uma vida saudável e feliz após ter encontrado uma prática gratuita e eficaz

A morte repentina de minha mãe devido a um ataque cardíaco deixou meu pai e meus irmãos chocados. Naquela época eu era tão pequeno que não conseguia entender bem a morte, assim como a dor de perder minha mãe para sempre. Desde então, as finanças da minha família começaram a piorar e então começaram as dificuldades que os levaram à privação.

Infância na riqueza e mudança de vida

No período de subsídio no Vietnã, quando tudo era comprado com cupons, a fome sempre assombrava famílias com muitos filhos. Minha família, graças a minha mãe trabalhadora, era uma das mais ricas da cidade de Lang Son. Sendo o mais novo de uma família rica, eu sempre havia estado bastante satisfeito desde o nascimento. Enquanto meus amigos tinham que usar as roupas surradas de seus irmãos, eu sempre possuía roupas novas e até sapatos que minha mãe especialmente fizera em Hanói. O que eu tinha naquela época sempre deixava outras crianças com inveja.

No entanto, certo dia, quando eu tinha 10 anos, minha mãe me deixou para sempre devido a um ataque cardíaco fatal. Eu que era ainda pequeno e inocente, ao ver os parentes vestirem roupas de luto, achava tudo muito excitante e divertido. Só depois de olhar para minha mãe pela última vez que comecei a chorar. Naquele momento, percebi que havia algo muito sério acontecendo e comecei a perceber que nunca mais poderia ver minha mãe. Esse foi o ponto de virada da minha vida. Minha mãe tinha ido embora, minha família perdera nosso forte apoio econômico e emocional e começou nossa queda rumo à pobreza.

Traçando meu caminho no mundo,  uma sensação de fraqueza e inferioridade

Quando criança, eu não era nem inteligente nem rápido, com uma habilidade abaixo da média nos estudos. Como a minha família inteira só podia pagar por refeições simples, eu logo me tornei magro e fraco, incapaz de fazer qualquer coisa que exigisse um pouco de força. O tempo passou, eu me formei no ensino médio e fui para uma escola vocacional e consegui um emprego. Por causa da minha frágil saúde, eu estava sempre exausto ao executar um trabalho braçal. Só com as duas mãos e com toda a minha força eu poderia carregar uma escada ou empunhar um martelo pesado.

Conseguir um emprego foi outro ponto decisivo da minha vida, já que eu tinha que dar o meu melhor todos os dias. Eu sempre sentia uma solidão sem esperança pairando em torno da minha vida. Eu me considerava inferior e patético. No entanto, por causa de minha natureza gentil e honesta, sempre fui apoiado e encorajado por meus colegas. Depois de um tempo, minha força melhorou gradualmente e consegui segurar o martelo pesado com muito mais facilidade.

Minhas pernas incharam e ficaram doloridas que ficava difícil ter o simples prazer de ficar em pé. O autor deitado na cama na foto (Dkn.tv)
Minha perna havia ficado inflamada e dolorida. Eu precisava me deitar e mantê-la elevada para me sentir um pouco melhor. Foto do autor deitado em sua na cama (Dkn.tv)

Depois de um longo período de trabalho, eu constitui minha própria família. A felicidade era simples e calorosa. Minha esposa e eu trabalhávamos duro para pagar as despesas. Um dia, no inverno de 2004 quando meu filho tinha apenas 2 anos de idade, eu comecei a notar alguns sintomas anormais em meu corpo. Algumas partes se tornaram tão inchadas e tão doloridas que eu tive que ir ao hospital.

Descobrindo doenças incuráveis na juventude

Após exames, os médicos me diagnosticaram com eritema nodoso, que diante de minha disposição natural e devido ao processo de infecção, foi considerado incurável. Disseram-me que eu teria de viver com isso até que a morte me poupasse. Seus efeitos posteriores também eram graves, pois a área inflamada provavelmente bloquearia os vasos sanguíneos causando necrose.

O meu nascimento foi realizado com a ajuda de fórceps e eu fui puxado pela parte de trás de minha cabeça, pouco acima da nuca, causando demência ou declínio de memória. Ao crescer, eu também tive várias doenças, como insônia ou oftalmia. Não apenas isso, eu experimentei periodicamente a artrite do ombro durante a minha vida, fazendo com que levantar as mãos para mim fosse uma luta dolorosa. Além de tudo isso, a síndrome do intestino irritável e hemorroidas me afligiam. Eu fui submetido por duas vezes à apendicectomia por causa de falso diagnóstico e a uma cirurgia no ombro por causa de clavícula quebrada causada por acidente. Tendo que tomar muitos comprimidos meu estômago se tornou dolorido e inflamado. Eu me tornei uma pessoa extremamente mal-humorada e rabugenta e isso fez a vida de minha esposa infeliz por muitos anos.No intuito de tratar meu eritema nodoso eu fui hospitalizado no Hospital Distrital Geral, então Hospital Nacional de Dermatologia e Venereologia e anteriormente Hospital Militar 103. Eu não era nada além de pele e osso. Minha irmã mais velha pensou que eu não conseguiria sobreviver à doença. Ela disse à minha esposa que, se algo acontecesse comigo, ela criaria nossos filhos pois minha esposa ainda era jovem e poderia se casar novamente.

Internado no Hospital Militar 103, eu estava à beira de perder minhas pernas. Minha irmã chorava muito, enquanto minha esposa não conseguia dormir durante toda a noite. Com muita sorte, os médicos realizaram uma cirurgia bem-sucedida e eu venci consegui sair daquela situação. Depois de um mês, recebi alta do hospital. No entanto, nada parecia mudar, o inchaço em minhas pernas retornava toda vez que eu parava de tomar os remédios. O médico me disse que, embora fosse uma doença difícil de curar, ainda havia uma porcentagem de pacientes que haviam passado por isso, então eu coloquei toda a minha esperança nisso. Durante dois anos, eu viajei constantemente na estrada, indo e voltando de Hanói para Lang Son, com a esperança de que aquele sofrimento terrível chegasse ao fim.

Desperdiçando dinheiro e ainda doente tudo era frustração

O dinheiro continuava indo embora enquanto minha doença permanecia e me assombrava. Por fim, tive que enfrentar a horrível verdade que me deixou totalmente desanimado. Eu percebi que minha doença nunca seria curada e que eu não tive a sorte de estar nessa pequena porcentagem daqueles que conseguiam vencer esta batalha.

Ao perder as esperanças na medicina ocidental, eu agarrei-me à medicina oriental antes de recorrer à medicina tradicional da comunidade de minorias étnicas. Aqueles remédios dos curandeiros tiveram um pequeno efeito, mas depois de alguns meses minhas pernas começaram a inchar novamente. Eu ia de um lugar para outro e consultei até mesmo médiuns, Yoga, Qigong, radiestesia e qualquer outra coisa que eu pudesse encontrar. Eu fui na internet, buscando curas aleatórias fazendo todas as tentativas sozinho. Durante esses dois anos eu estava ansioso para aprender e praticar qualquer exercício que eu conhecesse. Estudei o “Poder Inconsciente”, criado pela Sra. Doan Thanh Huong, vice-presidente do Centro de Pesquisa em Eficiência Biológica do Potencial Humano. Eu vi algumas conquistas e não precisei tomar remédio por um tempo, embora minhas pernas ainda inchassem novamente depois disso. Com todos esses métodos acima, por mais que eu tentasse, minhas pernas ainda ficavam inflamadas e inchadas.

Possuído por espírito – inacreditável mas verdadeiro

Em 2009, buscando mais saúde, participei de um evento de necromancia no número 1 de Dong Tac, em Hanói. Minha família compareceu ao local para invocar o espírito da minha mãe. Quando o necromante terminou os “cantos”, os espíritos começaram a encontrar seus familiares para a “possessão”. Como era uma necromancia, havia muitas famílias na mesma grande sala. No início, os espíritos possuíam outros membros da minha família, entrando e saindo deles, até que finalmente “me” possuiu. Outros que não tinham sido possuídos não entendiam, enquanto eu sabia claramente o que estava acontecendo em minha mente, embora não pudesse controlar o que fazia e dizia.

Não tenho certeza se esse espírito era minha mãe ou não, mas “aquilo” me fez engatinhar e chorar por toda a sala, enquanto outras pessoas se prostravam. Depois que os membros da família fizeram perguntas, o necromante rezou para o espírito sair dos vivos. No entanto, havia apenas uma pessoa que continuava possuída por um espírito: eu. Então, eu tive que ir para a Sala Sagrada ao lado da área de deferência e ele foi embora. Dois dias depois, quando já voltava para Lang Son, eu estava perpetuamente de mau humor, sentindo um frio na espinha. O espírito ainda estava lá, me possuindo sempre que quisesse, mesmo à meia-noite, acordando minha esposa e dizendo que era meu bisavô, deixando minha esposa aterrorizada.

Muitas coisas estranhas aconteceram e eu continuava a ser possuído por espíritos, como se meu corpo fosse um recipiente oco para eles irem e virem. Sempre que fosse a um destino espiritual ou apenas mencionasse o espírito, “aquilo” viria. Certa vez, em uma tarde de verão, minha esposa sugeriu eu e nosso filho fôssemos para a piscina. Eu estava muito nervoso, me preocupando com algo que não conseguia explicar. Mas minha esposa disse que tudo ficaria bem. Nós, pai e filho, fomos para a piscina. Como esperado, assim que chegamos, eu fui possuído por um espírito infantil. “Ele” me disse que “havia morrido” na piscina e exigiu que eu o trouxesse “de volta” para “sua” casa. Eu segui a instrução “dele”, mas não consegui encontrar “sua” casa. Finalmente, fui até o segurança da piscina, que era meu amigo, para perguntar se era verdade que havia uma criança que morreu ali. Ele me disse que houve.Eu não apenas precisei conviver com as doenças como também tive que lidar com espíritos assombrados. Antes de dormir, se eu ficasse um pouco distraído, “aquilo” começava a me incomodar, minha cabeça era balançada para o lado, meu corpo vibrava incontrolavelmente. Todas as noites, eu tinha que confortar “ele” por 30 minutos antes de “ele” me liberar. Quando eu estava alerta, “ele” não conseguia fazer nada e então tornou-se impossível adormecer.

No começo, eu estava realmente com medo e enfrentei ‘aquilo’ como se estivesse em uma luta, estressante e exausta. Depois de meses desperdiçados, minha esposa me pediu para verificar minha saúde mental, mas eu sabia que aquilo não era eu, mas um espírito. No entanto, pensando em minha esposa, eu fui ao hospital, onde o médico diagnosticou que eu tinha estresse psicológico e receitou um monte de remédios. Eu não quis me levá-los para casa para tomá-los pois eu sabia que não havia nada de errado comigo. Eu viajei para muitos lugares para tentar me livrar do espírito, incluindo o famoso Mr. Lien em Hai Duong, mas não tive sucesso. Gradualmente eu adquiri resistência e parei de prestar atenção “àquilo”. Toda noite, quando “a música era tocada”, eu tinha que “cantar” até o fim, então eu ficava em paz. Pensava na minha vida miserável: ainda jovem, mas com um futuro que parecia tão incerto, cada dia se passava e eu me sentia miserável. Recuperar minha saúde não significava apenas recuperar meu corpo, mas também livrar-me do espírito. Os anos se passaram, o dinheiro se foi, meu espírito estava exausto, o corpo permanecia dolorido e eu apenas continuava pensando em suicídio…

Até que um dia…

Minha saúde foi restabelecida sem precisar gastar um único centavo

O Falun Gong veio a mim tão naturalmente quanto todas as práticas espirituais que eu havia praticado. Alguém havia me dito que o Falun Gong era capaz de curar várias doenças, mas eu simplesmente pensei que esta prática seria inútil assim como todas as outras que eu havia tentado, então eu ignorei o aviso. Mas depois que outra pessoa me disse a mesma coisa, eu comecei a ler sobre ele. Eu li muitas lições no phapluan.org e fiquei impressionado, percebendo que todas as práticas que eu costumava fazer durante esses dois anos foram explicadas em detalhes e com clareza no livro Zhuan Falun. Todos os insights do Falun Dafa foram revelados para mim um por um. Eu coloquei todo o meu esforço e foco na leitura do livro.

Eu li o livro com seriedade e o corpo começou a responder milagrosamente (Dkn.tv
Eu li o livro com atenção e meu corpo começou a responder milagrosamente (Dkn.tv)

Quando comecei a ler Zhuan Falun com atenção, notei que meu corpo começou a melhorar muito. Em primeiro lugar, as manchas vermelhas, como picadas de mosquito, no meu corpo desapareceram, o que me surpreendeu. Quando me aproximei do final do nono capítulo, eu senti náuseas e me segurei até que eu conseguisse terminar de ler, em seguida eu corri para o banheiro e comecei a vomitar, exatamente como descrito no livro. Mas eu não estava preocupado ou com medo de todos os sintomas que foram escritos no livro e ditos como um bom sinal. Depois de muitas vezes relê-lo, percebi que este livro não é apenas para cuidar de doenças e para melhorar sua saúde, mas também nos leva a melhorar nossa disposição, a voltar aos princípios imaculados da Verdade, Compaixão, e Tolerância. Ser curado da doença é apenas um dos benefícios de praticar e melhorar a disposição. Outro benefício é  aprender a livrar-se do que é mau no declínio dos valores éticos de hoje em dia. Eu percebi que este livro é inestimável e precioso.

Eu estudo os ensinamentos e pratico os cinco exercícios do Falun Gong. O estudo ocorre juntamente com a prática. Somos ensinados a sempre usar Verdade, Compaixão e Tolerância como o padrão para melhorar a nós mesmos. Eu sentia a melhora dentro do meu corpo dia após dia. Minha doença gradualmente desapareceu da maneira mais mágica. Após um curto período de tempo, o espírito que me assombrava também acabou me abandonando. Quando comecei o livro, ‘ele’ ainda continuava a me incomodar, então ficar tornou-se menos frequente até que finalmente me livrei dele … Talvez os pensamentos retos vindos no estudo dos ensinamentos do Falun Dafa fossem tão fortes que fizeram o espírito fugir da minha alma … Não voltou a me possuir, o que significava que eu não tinha mais que sofrer com a possessão do ‘‘espírito’’. Foi inacreditável! Um milagre!

Eu participei de um grupo com outras pessoas que estavam praticando o Dafa. Ali, havia pessoas idosas e jovens que eu achei muito amigáveis, entusiasmadas e dispostas a ajudar qualquer um que quisesse aprender.

Primeiro exercício do Falun Gong praticado pelo autor chamado Buda Mostrando as Mil Mãos, destinado a facilitar o livre fluxo de energia e abrir os meridianos (Dkn.tv)
Primeiro exercício do Falun Gong praticado pelo autor chamado Buda Mostrando as Mil Mãos, destinado a facilitar o livre fluxo de energia e a abrir os meridianos (Dkn.tv).

Ao participar do local de prática, eu podia sentir uma energia extremamente poderosa. Meu corpo foi mais uma vez limpo, eu podia sentir toda a energia de negatividade e doença deixando meu corpo ao praticar a posição “Buda Mostrando as Mil Mãos” – sabia que era um bom sinal. No nível mais superficial, meridianos precisam ser abertos. Eu pratiquei o Fa e os exercícios todos os dias. O que eu nunca ousaria imaginar antes era que, depois de desperdiçar tanto dinheiro e esforço sem sucesso, agora … sem um único centavo gasto, a doença havia desaparecido. Foi como um sonho! Minhas pernas foram curadas, completamente.

Graças aos ensinamentos da Verdade–Compaixão–Tolerância, também senti uma mudança de disposição: não era mais temperamental como antes. Minha esposa havia se tornado muito falante e eu tentei usar Tolerância e Compaixão para lidar com tudo isso. Como eu havia me beneficiado muito com o Falun Gong, com minha mais profunda gratidão, eu estava usando meu tempo para ajudar outras pessoas que padeciam de dores como eu anteriormente. Talvez por causa disso eu tivesse negligenciado passar tanto tempo com minha própria família, o que às vezes perturbava minha esposa. Ela também podia ver a melhora em minha disposição. Eu tentava o meu melhor no papel de marido e pai, embora eu esperasse que ela pudesse entender que, sem o Falun Gong, nós teríamos nos divorciado ou teríamos sido separados pela morte.

Desde então, quase quatro anos depois, meu corpo está cheio de energia e minha saúde está estável. Durante esses quatro anos, não precisei ir ao hospital nem tomar um único remédio. Isso é mágico.

 

O exercício 5 do Falun Gong é a meditação sentada, momento de liberar todas as preocupações e estar em paz no fluxo da vida (Dkn.tv)
O exercício 5 do Falun Gong é a meditação sentada, momento de liberar todas as preocupações e estar em paz no fluxo da vida (Dkn.tv)

Por que a China tenta erradicar princípios tão bons para a saúde e a ética?

As pessoas que praticam o Falun Gong, como nós, podem perceber seu milagre. Se você nunca experimentou, talvez seja difícil acreditar, embora minha intenção não seja me gabar. No entanto, é realmente maravilhoso. Se não, como você pode explicar que, em apenas um curto período de tempo, de 1992 a 1999, havia 100 milhões de pessoas praticando o Falun Gong na China? Já se passaram apenas 20 anos desde que foi introduzido pela primeira vez na China e, apesar de todas as falsas acusações do governo chinês, o Falun Dafa vem sendo difundido e praticado em todo o mundo, independentemente de raça, nacionalidade ou idade.

Governos de países desenvolvidos como os Estados Unidos, Austrália e Canadá deram ao Falun Gong milhares de prêmios. Foi a razão pela qual eu não hesitei em praticá-lo.

O Prêmio Mingfu Gong foi dado ao Falun Gong no Congresso de Saúde do Leste Asiático de 1992-1993 em Pequim, na China. O Falun Gong é reconhecido como a melhor disciplina das cem melhoes práticas (Dkn.tv)
O Prêmio Mingfu Gong foi dado ao Falun Gong no Congresso de Saúde do Leste Asiático de 1992-1993 em Pequim, na China. O Falun Gong é reconhecido como tendo centenas de benefícios e nenhum inconveniente (Dkn.tv)

Atualmente, a China é o único país que tenta a erradicar o Falun Gong. Eu gostaria de saber por que o governo chinês, de repente, mudou seu coração: deixou de elogiar e apoiar para perseguir e manchar a imagem do Dafa. Acontece que o ciúme dos humanos é tão assustador! Jiang Zemin, o então presidente da China, tinha na mão o poder supremo. Pelo ciúme e pelas fantasias de medo em relação a [perder o] poder, ele ordenou a perseguição ao Falun Gong. Cidadãos inocentes que apenas queriam se tornar pessoas melhores de acordo com os princípios da Verdade, Compaixão e Tolerância foram presos, espancados e até mesmo assassinados por seus órgãos.

Agora eu sou saudável e capaz de fazer tudo que podia fazer antes de tersido acometido pela doença. É maravilhoso, além das palavras, a sensação de estar saudável.

Agora eu sou saudável e posso fazer de tudo. É incrivelmente difícil descrever, me sinto muito feliz (Dkn.tv)
Agora eu sou saudável e posso fazer de tudo. É incrivelmente difícil descrever, me sinto muito feliz (Dkn.tv)

Após ter sido severamente castigado pela doença, posso entender totalmente todo o sofrimento que um paciente tem que passar. Com um desejo sincero de levar este presente maravilhoso a todas as pessoas vietnamitas, incluindo pessoas que vivem no exterior e agricultores que não podem pagar remédios caros para curar suas doenças, é uma honra oferecer a todos vocês este presente inestimável: um corpo saudável, uma mente pacífica, exercícios fáceis de praticar em todas as condições, sem gastar um centavo. Estou disposto a ajudar todo mundo que quer aprender o Falun Gong com todo meu coração, para que ninguém padeça na dor ou enfrente a morte como aconteceu comigo.

Finalmente, gostaria de expressar minha gratidão a Li Hongzhi (fundador do Falun Dafa). Meu desejo é encontrá-lo pessoalmente para expressar minha mais profunda gratidão. Toda vez que eu pego o livro de Zhuan Falun para ler, meus olhos se enchem de lágrimas, já que o Dafa me trouxe uma nova vida, com um corpo saudável e uma mente feliz e tranquila.

Lang Son, 11 de Outubro de 2016.

Cao Xuan Truong

Telefone: 097.466.2992

Nota do editor:

O Falun Dafa é uma prática de cultivo da mente e do corpo que ensina a verdade, a compaixão e a tolerância como uma forma de melhorar a saúde e o caráter moral e alcançar a sabedoria espiritual.

Para mais informações sobre a prática, visite www.falundafa.org. Todos os livros, música de exercícios, recursos e instruções estão disponíveis gratuitamente.

 
Matérias Relacionadas