He shou wu: a erva chinesa da fertilidade e da longevidade

Polygonum multiflorum é o nome botânico de uma das mais procuradas ervas da Medicina Chinesa.

Esta videira prolífica possui folhas em forma de coração e é conhecida por diversos nomes, como erva de nó chinesa, fo ti, e jiaotang (videira retorcida).

Um dos nomes pelos quais ela é conhecida descreve como ela funciona enquanto remédio: He shou wu (“O Sr. He de cabelo escuro”).

É comum os antigos nomes chineses carregarem uma história em seu significado, e a lenda de he shou wu é bem engraçada. É sobre um solteiro alcoólico de meia idade que encontra amor e paz em uma misteriosa raiz.

Quando jovem, o Sr. He descobriu que não podia ter filhos. Sem família para criar, ele considerou a si mesmo um fracassado e a depressão levou-o ao alcoolismo. Ele acaba perdendo a sua força, e a sua visão e audição ficam deterioradas. Ainda jovem, seu cabelo foi ficando mais e mais grisalho.

Leia também:
Conheça mais sobre o Ginseng: uma excelente erva preventiva
Gymnema: a erva notável que bloqueia o gosto pelos doces
A base da medicina tradicional chinesa é o Tao

Quando possuía cerca de 50 anos, o Sr. He chegava em casa aos tropeções de bêbado, quase todas as noites. Porém, certa vez, ele estava tão embriagado que nem conseguiu chegar a sua cama. Quando acordou em um campo na manhã seguinte, ele observou duas videiras entrelaçadas sobre sua cabeça. Intrigado pelo sinal (que ele entendeu como um casal apaixonado), ele desenterrou a raiz e a mostrou para todos na aldeia, mas ninguém reconheceu tal raiz.

Um monge (ou, em algumas versões, um bobo) aconselhou He a comer a raiz, afirmando que ela iria restabelecer a sua fertilidade. Sem nada a perder, ele tentou. Depois de algumas semanas tomando essa erva todos os dias, os problemas de saúde de He desapareceram e o seu vigor de jovem retornou. Ele casou-se com uma viúva local e eles tiveram 19 filhos. O seu cabelo voltou a ficar preto, e assim permaneceu até ao final de sua vida, aos 160 anos de idade.

Ervas tônicas

É difícil dizer quanto desta história é exagero poético. Contudo, algumas pessoas ainda utilizam “a raiz de videira do Sr. He” para tratar infertilidade, fraqueza, cabelo grisalho e outros sintomas associados com envelhecimento prematuro.

He shou wu é conhecida como um tônico para a longevidade: uma classe de erva chinesa que fornece energia e força. E esta não é uma sensação de curta duração, que em seguida causa um inevitável abatimento como acontece com os estimulantes. É algo mais profundo e duradouro.

Muitos tônicos para a longevidade, tais como he shou wu, dong quai e ginseng, são raízes que possuem sabor doce. Tomadas durante certo tempo, elas promovem uma sensação de força e estabilidade para a mente e para o corpo. Hoje, estas ervas são frequentemente chamadas de adaptógenos devido à habilidade em ajudar o corpo a fazer frente ao estresse.

O ginseng é o exemplo mais famoso e caro, mas os fitoterapeutas chineses também colocam a he shou wu na mesma categoria que os tônicos para a longevidade. Estas ervas tiveram a atenção dos antigos taoistas, que as consideravam meios para a iluminação e a imortalidade.

Histórias ainda mais incríveis que a do Sr. He estão associadas à he shou wu. A mais recente foi a de um homem que morreu em 1933. Li Ching Yun, que alegadamente viveu 252 anos, teve 23 mulheres e foi pai de 180 crianças. Ele explicou que sua longevidade ocorreu graças ao consumo diário de bagas goji, giseng e he shou wu, e à prática de Tai-Chi-Chuan.

Li Ching Yun alegadamente viveu 252 anos, em parte graças à sua dose diária de he shou wu (Domínio público)
Li Ching Yun alegadamente viveu 252 anos, em parte graças à sua dose diária de he shou wu (Domínio público)

Escolhendo uma raiz

Tipicamente, quanto mais velha a raiz, mais forte o remédio. Existem antigos relatos de raízes muito velhas que são inacreditáveis. De acordo com o herbalista Li Shizen, da Dinastia Ming, consumir uma raiz de he shou wu de 150 anos, durante um ano, irá fazer com que cresçam novos dentes na boca. Uma raiz com 200 anos irá fazê-lo andar tão rápido quanto um cavalo. Uma raiz de 300 anos fará com que obtenha imortalidade terrena.

A maior parte das raízes de he shou wu que são cultivadas para a medicina têm somente 3 ou 4 anos de idade. Elas podem não possuir o poder da imortalidade, mas ainda possuem valor terapêutico.

A raiz de he shou wu é rica em ferro, zinco e antioxidantes. Algumas são vendidas cruas, mas a maior parte é preparada em molho de feijão preto para fazer um remédio mais potente. A he shou wu é vendida em fatias secas, em pó, em comprimidos ou em tintura.

A raíz de he shou he é normalmente vendida seca e fatiada. Normalmente, ervas de boa qualidade possuem uma cor vermelho acastanhado (Shutterstock)
A raíz de he shou he é normalmente vendida seca e fatiada. Normalmente, ervas de boa qualidade possuem uma cor vermelho acastanhado (Shutterstock)

Como usar

As pessoas tomam a he shou wu sozinha, ou em fórmulas, para diferentes doenças. Os herbalistas chineses normalmente a prescrevem em casos de deficiência de yang e qi do rim, que pode se manifestar como fraqueza lombar e nos joelhos, tontura e memória fraca. É usada para reforçar a imunidade e a função supra-renal, e aliviar sintomas da menopausa, de insônia e fadiga. A he shou wu é antibacteriana e antifúngica, e é usada topicamente para tratar diversos problemas de pele, tal como acne, eczema e pé de atleta.

A he shou wu demonstrou uma notável habilidade em abaixar colesterol, e prevenir câncer e doença de Alzheimer. Ainda assim, a maior parte das recomendações para a saúde ainda centram-se nos probelmas de fertilidade e nos que afetam os cabelos. Desde os dias do Sr. He, esta erva tem mantido a sua reputação por acabar com o cabelo grisalho, reverter a perda de cabelo e melhorar a potência sexual, tanto em homens como em mulheres.

Tal como outras ervas tônicas, para que os resultados antienvelhecimento sejam visíveis, a he shou wu deve ser tomada em doses moderadas e regulares durante meses ou anos. É dito que o Sr.He comeu a raiz por um total de 700 dias antes de sua primeira criança ter nascido. Algumas pessoas usam a he shou he como laxativo suave. Por isso, tomar uma dose elevada de vez em quando, tentando ser mais prático, é uma má ideia.

A he shou wu não é tóxica e geralmente é bem tolerada, mas algumas pessoas tem relatado efeitos secundários, tais como comichão e fezes soltas. Aqueles que possuem doenças de fígado são aconselhados a não consumir a erva, pois há relatos de problemas de fígado relacionados à he shou wu.

Uma típica dose diária consiste em três gramas, três vezes ao dia. A he shou wu possui um efeito ligeiramente sedativo, por isso é adequado tomar antes de ir para a cama. Para melhores resultados, consulte um fitoterapeuta profissional.

 
Matérias Relacionadas