Cientistas descobrem novo órgão no corpo humano

Por John Smithies, Epoch Times

Os cientistas descobriram um novo órgão no corpo, e isso pode ajudar a entender como o câncer se espalha.

Observou-se que os compartimentos cheios de líquido sob a pele e revestindo os pulmões, o intestino e os vasos sanguíneos formam uma rede que os pesquisadores chamam de “interstitium”, ou “interstício”.

O papel deste novo órgão, que é um dos maiores no corpo humano, é desconhecido, embora os cientistas sugiram que possa ser para proteger os tecidos do corpo de danos.

O interstitium é formado por uma malha de proteínas fortes e passou despercebido porque a maneira tradicional de se examinar os tecidos, por meio da drenagem dos fluidos do corpo, acaba destruindo esse órgão no processo.

A pesquisa, publicada na revista Scientific Reports, é a primeira vez que esses espaços são tratados e entendidos como um novo órgão.

Os doutores David Carr-Locke e Petros Benias do Mount Sinai Beth Israel Medical Center descobriram o novo órgão enquanto examinavam o duto biliar de um paciente em busca de sinais de câncer.

Eles subsequentemente perceberam que o interstitium drena para o sistema linfático, que faz parte da resposta imune do corpo, e que as células cancerígenas dos tumores poderiam se espalhar através do interstitium para o sistema linfático.

A nova descoberta também poderia ajudar os cientistas a encontrar novas formas de diagnóstico para o câncer.

“Esta descoberta tem potencial para impulsionar avanços dramáticos na medicina, incluindo a possibilidade de que a amostragem direta do fluido intersticial possa se tornar uma poderosa ferramenta de diagnóstico”, disse o Dr. Theise, de acordo com o Independent.

 
Matérias Relacionadas