Han Gan, um primoroso pintor de cavalos

Han Gan, um primoroso pintor de cavalos na Dinastia Tang (Zhiching Chen/The Epoch Times)

Han Gan (c. 706-783 d.C.) foi um pintor da corte na Dinastia Tang. Ele era bom em pintar uma grande variedade de objetos, incluindo figuras e plantas, mas pintando cavalos ele era considerado excelente.

Quando era jovem, Han Gang ganhava a vida entregando vinhos. Uma vez, quando ele foi à casa do poeta Wang Wei cobrar pelo pagamento de suas compras de vinho, o poeta não estava em casa e Han Gan se sentou e esperou. Enquanto esperava, ele desenhou figuras e cavalos no chão. Quando Wang Wei voltou e viu os desenhos, ele ficou impressionado com o talento de Han Gan e se ofereceu para patrocinar sua aprendizagem. Dez anos mais tarde, Han Gan concluiu seu aprendido formal e se tornou um artista de renome.

A Dinastia Tang era famosa por sua forte cavalaria militar. Como cavalos eram indispensáveis aos guerreiros daquele tempo, em Chang’an, a capital do império, muitas pessoas criavam cavalos e este elegante animal também era tema importante da pintura e da escultura na época.

‘Pastoreando Cavalos’, de Han Gan (Wikimedia)

Han Gan era tão dedicado a pintar cavalo que ele passava bastante tempo em estábulos observando-os. Conta a história que quando Han Gan foi convocado à conte e o imperador insinuou que desejava encontrar um professor de pintura para si, Han Gan lhe disse que os cavalos nos estábulos reais eram seus melhores professores.

Diferente de muitos pintores antes dele, cujos traços privilegiavam a estrutura do cavalo, Han Gan também prestava grande atenção aos músculos e à pele do animal. Como resultado de sua diligente observação e prática, ele desenvolveu seu próprio estilo.

A mais conhecida obra de Han Gan foi intitulada “Retrato do ‘Branco Brilhante da Noite’”, que retrata seu vivo estilo e arte. “Branco Brilhante da Noite” era um cavalo que pertencia ao imperador. Na pintura, o cavalo é musculoso e exala força. Ele está atrelado a uma estaca, com a cabeça elevada, crina balançando no ar, orelhas eretas, narinas abertas amplamente e olhos arregalados e alertas. É uma pintura bem estruturada; com pinceladas concisas e poderosas.

Ele foi sem dúvida o melhor cavalo de pintor na Dinastia Tang e ganhou a reputação de mestre-pintor de cavalo.

“Retrato do ‘Branco Brilhante da Noite’” (“Zhaoyebaitu”), de Han Gan (Wikimedia)

Para conhecer outras figuras históricas da antiga China, clique aqui.

Epoch Times publica em 35 países em 21 idiomas.

Siga-nos no Facebook: https://www.facebook.com/EpochTimesPT

Siga-nos no Twitter: @EpochTimesPT

 
Matérias Relacionadas