Guatemala abre sua embaixada em Jerusalém, dois dias após EUA

Por Agência EFE

Foi inaugurada ontem (16) em Jerusalém, capital de Israel, a embaixada da Guatemala, com a presença do presidente, Jimmy Morales, e do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu. A nova embaixada foi inaugurada dois dias depois da embaixada dos Estados Unidos.

“Seja bem-vinda, Embaixada da Guatemala”, disse o prefeito da cidade, Nir Barkat, referindo-se ao fato de que o país centro-americano está reabrindo sua embaixada diplomática em Jerusalém, onde havia permanecido até 1980, ano em que o Conselho de Segurança das Nações Unidas ordenou aos Estados-membros da organização que ainda não tinham retirado as suas embaixadas, que o fizessem.

As muralhas da Cidade Velha de Jerusalém se iluminaram à noite com as projeções das bandeiras da Guatemala, dos Estados Unidos e de Israel e com o texto: ‘Obrigado, presidente Jimmy Morales Cabrera'”.

O prefeito Barkat agradeceu a Morales “a corajosa decisão” de inaugurar sua embaixada e pediu que outros países se unam aos Estados Unidos e à Guatemala: “Façam a coisa certa e tragam suas embaixadas para Jerusalém, nossa capital eterna”, declarou.

Morales se reunirá com seu homólogo, Reuven Rivlin; com o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, e com Barkat, que irá entregar as chaves honorárias da cidade.

 
Matérias Relacionadas