Graça cultural da antiga China chega aos palcos do Canadá

2012/09/02
O Shen Yun Performing Arts no palco (Cortesia do Shen Yun Performing Arts)

Shen Yun Performing Arts passa pelo Canadá em sua turnê global anual

Os palcos canadenses estão preparados para receber o retorno do Shen Yun Performing Arts, com shows reservados para teatros em todo o país a partir de dezembro.

A primeira empresa de dança clássica chinesa do mundo tem entretido e inspirado o público internacional há mais de seis anos. Revivendo a essência da civilização antiga da China, o Shen Yun conecta culturas e etnias.

A companhia nova-iorquina Shen Yun tem crescido rapidamente, de uma para três companhias, que fazem turnês internacionais simultaneamente e mais e mais espectadores teatrais estão desfrutando de seu toque particular encantador. Seja realizando shows com casa cheia no Lincoln Center de Nova York ou recebendo comovedores aplausos no Teatro Rainha Elizabeth de Vancouver, o Shen Yun tem mostrado notável sucesso por onde passa.

As vendas de ingressos já começaram no Canadá e segundo Susan Fang, gerente de vendas do Comitê Organizador do Show do Shen Yun em Vancouver, o interesse pelo show aumenta a cada ano.

“As pessoas querem ver algo positivo e edificante nesse momento”, diz ela a respeito da popularidade crescente do Shen Yun. “Existe muita negatividade no mundo e o Shen Yun nos lembra de que ainda há beleza lá fora.”

Em busca da perfeição

É raro para uma empresa de artes cênicas crescer tão rapidamente quanto o Shen Yun. Por que o show tem se tornado tão atrativo no mundo da arte? O que é tão atraente sobre sua representação de uma cultura que ainda é estrangeira no Ocidente?

A resposta pode estar na busca da perfeição pela companhia e na sinceridade de seus artistas, uma sinceridade que oferece ao público um olhar nas personalidades e valores da antiga China.

Através da linguagem da dança, o Shen Yun retrata a história e a cultura autêntica de uma civilização que tem continuado por 5.000 anos. A China, uma vez conhecida como a “Terra do Divino”, tem a mais longa história registrada de qualquer nação na Terra.

O Shen Yun volta às raízes culturais da China chegando até as tradições dinásticas que prevaleciam antes do comunismo, do maoísmo e da Revolução Cultural, que juntos quase totalmente destruíram a rica cultura do Reino Central.

É a missão declarada do Shen Yun reviver a essência dessa cultura, tornando seus dançarinos embaixadores culturais de uma civilização quase perdida. As audiências estão descobrindo que o tesouro cultural que o Shen Yun retrata no palco transcende raça, etnia e tempo.

Transcendendo os limites

O Shen Yun destaca a contradição entre a China presente e a rica cultura tradicional espiritual chinesa para dar ao público um espetáculo que é perspicaz e divertido.

A orquestra ao vivo do Shen Yun é a primeira a combinar harmoniosamente as tradições musicais do Oriente e do Ocidente. Com uma orquestra europeia como fundação, solistas chineses reproduzem melodias combinando assim a grandeza de tradições musicais ocidentais com as melodias evocativas da antiguidade chinesa.

O cenário do Shen Yun é outra característica que une o moderno com o tradicional. Uma tela gigante preenchendo o fundo do palco mostra visualmente interpretações espetaculares de paisagens tradicionais, arquitetura e outras cenas inspiradas da história da China.

Especialmente útil nas danças históricas do Shen Yun é o telão animado que interage com os artistas no palco. Seja retratando a lenda do Rei Macaco, o conto heroico de Mulan ou a imponência dos guerreiros de terracota da Dinastia Qin, as imagens na tela enriquecem cada performance com contexto e profundidade.

Beleza interior e pureza

Existem muitas companhias de dança clássica chinesa, a maioria vindas da China continental, mas nenhuma delas foi recebida nos palcos mundiais tão calorosamente quanto o Shen Yun.

As tradições de dança da China foram usadas pelo Partido Comunista Chinês para fins políticos durante a Revolução Cultural e nunca se recuperaram totalmente dentro do país. O Shen Yun goza da liberdade artística necessária para nutrir seus artistas e aperfeiçoar seus shows.

O Shen Yun diz que seus artistas levam a sério um antigo ditado chinês, “Para produzir a verdadeira arte é preciso primeiro ter beleza interior e pureza.”

Este aspecto destaca o Shen Yun e é uma das principais razões da capacidade da empresa de traduzir o movimento físico no palco numa performance que impacta o público num nível emocional raramente visto nas artes hoje.

Para mais informações, visite: ShenYunPerformingArts.org

Epoch Times publica em 35 países em 21 idiomas.

Siga-nos no Facebook: https://www.facebook.com/EpochTimesPT

Siga-nos no Twitter: @EpochTimesPT