Gás de cozinha e condominial ficou mais caro desde ontem

A Petrobras aumentou à meia-noite de ontem (12) o preço da venda do GLP (o gás de cozinha) no granel – modalidade de consumo de comércios, indústrias e condomínios residenciais.

O percentual de reajuste será em torno de 15%, no Rio de Janeiro, e de 18% em São Paulo.

Leia mais:
Como a dívida do governo influencia as gerações futuras
Desenvolvimento econômico será um sonho nos próximos anos
China: Como o totalitarismo resultou na extração forçada de órgãos

Os preços internacionais do GLP estão em queda desde setembro e, no mês passado, atingiram um patamar abaixo do preço cobrado pela Petrobras – a média da tonelada de GLP vinda do Golfo do México sai hoje 14% mais barata do que a produzida pela encrencada estatal brasileira. Com a alta, a distância de preços aumentará ainda mais.

O aumento terá impacto na inflação. Mais um pepino para a nova equipe econômica.

 
Matérias Relacionadas