Garoto salva uma vida após usar uma técnica que aprendera em um documentário

Ele agiu com inteligência, coragem e altruísmo

Por Benjamin Brown

As lições aprendidas com os filmes nem sempre são aplicáveis ​​à vida real. Por exemplo, invadir um casamento no último minuto para gritar “EU DISCORDO!” Provavelmente não resultará em nada, além de ser expulso.

No entanto, de vez em quando, os filmes nos ensinam algo realmente valioso, como Benjamin Ford, um estudante de quinto ano na Greenwood Elementary School, em Henrico, Virgínia, provou.

Um dia, recentemente, durante o almoço, Benjamin percebeu que uma menina mudava de cor e arfava por ar

(Facebook / WTVR CBS 6 News / Captura de tela)
(Facebook / WTVR CBS 6 News / Captura de tela)

Ela realmente parecia estar sufocando! Benjamin ficou mortificado!

“Eu não estava muito calmo, meu coração estava acelerado, e eu só sabia que tinha que ajudá-la”, disse Benjamin à CBS 6 News.

Ainda assim, ele sabia exatamente o que tinha que fazer. Um documentário ao qual ele havia assistido com sua mãe alguns anos antes ensinou-lhe como fazer a manobra de Heimlich.

Ele aplicou a manobra Heimlich na garota e acabou salvando sua vida


“Eu senti que eu tinha que me apressar e chegar até ela … Eu pensei que em mais alguns segundos, ela poderia não sobreviver”, disse Benjamin.

Os administradores da Greenwood Elementary School compartilharam a história heróica com toda a escola

(Facebook / WTVR CBS 6 News / Captura de tela)
(Facebook / WTVR CBS 6 News / Captura de tela)

“Eu recebi muitos aplausos e eu tive muitos gestos de apoio, e eles realmente me felicitaram quando andei pelo corredor”, disse Benjamin.

Em primeiro lugar, os pais de Ben pensaram que ele estava se referindo a algo que ele fazia em um videogame.

(Facebook / WTVR CBS 6 News / Captura de tela)
(Facebook / WTVR CBS 6 News / Captura de tela)

“Então, descobrimos que era uma pessoa real, ficamos chocados … foi maravilhoso”, disse a mãe de Benjamin, Kateresea Ford.

Agora, sabendo a verdade, seus pais se certificaram de que seu filho fosse recompensado por sua ação. Quando o buscaram na escola no dia seguinte, eles  levaram-no para algumas surpresas especiais.

Benjamin pôde escolher um novo videogame e foi levado a assistir ao filme Black Panther.

(Bob Levey / Getty Images para IMAX)
(Bob Levey / Getty Images para IMAX)

Ele definitivamente ganhou suas recompensas!

Eis o que Benjamin disse sobre tudo isso:

 
Matérias Relacionadas