Garçonete vê mulher presa em carro em chamas, corre para socorrê-la e salva sua vida

'Quando cheguei ao carro, a frente já estava pegando fogo e a fumaça começou a vazar pelas aberturas da ventilação', relatou a garçonete

Por Epoch Times 

Uma garçonete da Geórgia tornou-se uma heroína após salvar uma mulher que estava presa dentro de um carro em chamas na beira da estrada.

Na quinta-feira, 10 de junho, Keelyn Harper, de 22 anos, funcionária do Rooster’s Drive Inn, estava terminando seu turno por volta das 21h30.

Ela estava voltando para casa com seu filho de 14 meses quando, por acaso, decidiu pegar a County Highway 213 para voltar para casa, em vez do caminho mais curto que costuma fazer.

(Cortesia de Keelyn Harper)
(Cortesia de Keelyn Harper)

No caminho, ela avistou um carro que estava pegando fogo na beira da estrada. E havia uma mulher presa lá dentro.

“À distância, parecia que alguém havia jogado algo nos arbustos que pegou fogo”, relatou Harper à FOX News. “Eu não sabia que era um carro até que parei”.

A mulher correu para o carro e, após avaliar a situação, soube que precisava fazer alguma coisa, e rápido. Ela imediatamente ligou para o 911 e entrou em ação.

“Quando cheguei ao carro, a frente já estava pegando fogo e a fumaça começou a vazar pelas aberturas da ventilação de dentro do carro”, afirmou ela.

Os airbags explodiram, enchendo a frente do veículo, tornando difícil para Harper ver a mulher lá dentro.

Imagem ilustrativa (Oskars Zvejs / Pixabay)
Imagem ilustrativa (Oskars Zvejs / Pixabay)

Após lutar com os airbags inflados, tentando removê-los, ela encontrou a motorista, uma mulher, que foi identificada como Ashley Strawn.

Strawn estava em péssimo estado; sua cabeça sangrava muito, enquanto sua perna estava cortada com o osso exposto.

Temendo que a mulher viesse a falecer, Harper a puxou para fora, colocou-a em segurança e ficou com ela até a chegada do resgate.

“Foi apenas instinto, você sabe, talvez instinto maternal ou talvez apenas instinto humano para ajudar”, afirmou ela.

(Cortesia de Keelyn Harper)
(Cortesia de Keelyn Harper)

Strawn, que ainda está se recuperando no hospital, com uma perna quebrada, costelas, nariz e vértebras, além de ferimentos no rosto, conseguiu enviar uma mensagem à sua salvadora.

“Obrigada por salvar minha vida”, declarou Strawn em um vídeo, acrescentando que estava ansiosa para conhecer Harper.

Amigos e familiares da vítima elogiaram Harper, chamando-a de heroína por salvar a vida de seu ente querido.

“Ela teria morrido queimada se não fosse por Keelyn”, afirmou Kenny Anderson, chefe de Harper. “Ela é uma verdadeira heroína”.

Entre para nosso canal do Telegram

Assista também:

 
Matérias Relacionadas