Frota de carrões oficiais dos Senadores custa R$ 146 mil só em gasolina

Eles desfilam em 76 Nissan Sentra e dois Hyundai Azera (de Alcolumbre) por nossa conta

Por Diário do Poder

Uma das maiores excrescências mantidas pelos políticos brasileiros como forma de se sentirem acima dos contribuintes, os carros oficiais do Senado custaram R$ 145,8 mil apenas com combustível para levar e trazer senadores e autoridades no ano passado. O valor não leva em consideração outros gastos como manutenção, lavagem e o custo de contratar o motorista à disposição das excelências, incluindo o recesso. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Senadores, diretor-geral e secretário-geral rodam por Brasília em 76 Nissan Sentra e dois Hyundai Azera do presidente Davi Alcolumbre.

Em média, foram R$ 12,1 mil gastos por mês e, segundo os registros do Senado, mais de um milhão de quilômetros rodados no Distrito Federal.

Senadora pelo DF, Leila Barros (PSB) foi a que registrou a maior quilometragem rodada em apenas um mês. Foram 4.100 km em maio.

Por sua assessoria, Leila informou que a quilometragem do veículo oficial se deve ao seu deslocamento para o Senado e sua participação em compromissos no Distrito Federal. Também era utilizado para serviços do gabinete, mas a senadora suspendeu isso desde junho de 2019.

 
Matérias Relacionadas