Filipinas evacua moradores em meio a cinzas vulcânicas

Autoridades evacuaram mais de 1.100 pessoas que vivem na beira do lago perto do vulcão

Por Reuters

MANILA – Um vulcão pequeno, mas inquieto, ao sul da capital filipina, expeliu uma nuvem de 1,5 km no sábado, levando as autoridades a aumentar o nível de alerta e evacuar mais de mil moradores.

O alerta para o vulcão Taal, a cerca de 70 km ao sul do centro de Manila, aumentou para o nível 3 do nível 2 em uma escala de 5 níveis, o que a agência de sismologia e vulcanologia disse significar que “há intrusão magmática na principal cratera que pode conduzir ainda mais erupções sucessivas”.

“O magma na parte rasa da cratera interagiu com a água, causando uma erupção chamada atividade freatomagmática”, disse Renato Solidum, chefe da agência de vulcanologia, à estação de rádio DZMM.

Mas Solidum disse que a atividade não seria tão explosiva quanto a erupção de janeiro de 2020 e que a queda de cinzas poderia ser limitada às comunidades dentro do vulcão, que fica no meio de um lago.

As autoridades evacuaram mais de 1.100 pessoas que vivem em comunidades à beira do lago perto do vulcão, segundo agência de desastres. Os evacuados incluem pescadores e trabalhadores das gaiolas de peixes no lago.

Em janeiro de 2020, o Taal disparou uma coluna de cinzas e vapor de até 15 km, o que forçou mais de 100.000 pessoas a evacuar o local, enquanto dezenas de voos foram cancelados e cinzas pesadas caíram em Manila.

Taal é um dos menores vulcões ativos do mundo. Apesar de estar a apenas 311 metros, pode ser mortal e uma erupção em 1911 matou mais de 1.300 pessoas.

As Filipinas ficam no “Anel de Fogo”, um cinturão de vulcões que circunda o Oceano Pacífico que também são propensos a terremotos.

Por Neil Jerome Morales

Entre para nosso canal do Telegram

Assista também:

 
Matérias Relacionadas