EXCLUSIVO: centenas de funcionários do CDC não receberam vacina contra COVID

CDC também declarou que a agência concedeu zero pedidos de isenção ao mandato de vacinação

Por Zachary Stieber 

Quase 400 funcionários dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA (CDC) não receberam uma vacina contra a COVID-19, segundo dados obtidos exclusivamente pelo Epoch Times.

Um total de 382 trabalhadores do CDC não foram vacinados, disse Roger Andoh, oficial da Lei de Liberdade de Informação (FOIA) da agência, ao Epoch Times.

Outros nove funcionários acabaram de tomar uma dose das vacinas Pfizer ou Moderna, o que significa que eles também não se qualificam como totalmente vacinados segundo as diretrizes do CDC.

Coletivamente, o número é de 3,2% da força de trabalho do CDC.

Andoh inicialmente apontou para uma declaração do governo que continha dados de dezembro de 2021 e se recusou a responder totalmente ao pedido da Lei de Liberdade de Informação do Epoch Times, que requisitou números mais detalhados do que os atualizados em 15 de março.

“Por favor, note que estes são os dados mais recentes e completos disponíveis e alguns elementos de dados que você solicitou não estão disponíveis”, disse Andoh inicialmente.

Quando solicitado a esclarecer, outro oficial do CDC repetiu a declaração de Andoh.

Depois que o Epoch Times apresentou um apelo ao Departamento de Saúde e Serviços Humanos (HHS), a agência controladora do CDC, o escritório mudou sua posição sem explicar o porquê.

“Após uma pesquisa adicional, estamos fornecendo as seguintes informações”, disse Andoh na nova resposta.

“A resposta que recebi ao seu apelo do CDC me deu a impressão de que eles não pretendiam reter nenhuma informação em primeiro lugar”, disse Jonathan Nelson, analista da FOIA do HHS, ao Epoch Times em um e-mail. “Com base nisso, minha crença (pessoal) é que isso foi apenas uma omissão acidental da parte deles”.

Além de revelar que 391 funcionários não foram totalmente vacinados, o CDC disse que 12.399 foram totalmente vacinados, o que significa que eles receberam duas doses das vacinas Moderna ou Pfizer ou a injeção da Johnson & Johnson de dose única.

Além disso, 5.810 funcionários compartilharam que receberam uma dose de reforço, embora a agência tenha enfatizado que os funcionários não precisam dizer se receberam um reforço.

O CDC também declarou que a agência concedeu zero pedidos de isenção ao mandato de vacinação do presidente Joe Biden, que deve entrar em vigor em 31 de maio após uma suspensão de meses devido a uma decisão judicial.

O escritório de mídia do CDC não respondeu quando questionado o que aconteceria aos trabalhadores não vacinados que não têm isenção e por que nenhuma isenção foi concedida.

Os dados foram atualizados em 12 de abril.

Três outras agências de saúde dentro do HHS que estão profundamente envolvidas na promoção da vacinação contra a COVID-19 e se recusaram a fornecer dados além de dezembro de 2021 ainda não forneceram os números solicitados. Eles são a Food and Drug Administration, os Centros de Serviços Medicare e Medicaid e os Institutos Nacionais de Saúde.

Entre para nosso canal do Telegram

Assista também:

 
Matérias Relacionadas