Ex-agente penitenciário ganha o MasterChef Australia

Quando o agente penitenciário e pai de dois filhos Sashi Cheliah entrou no MasterChef Austrália como concorrente, ele não tinha uma base culinária sofisticada para competir. O sul-australiano de 39 anos emigrou de Cingapura, onde era policial antes de vir para Adelaide.

Agora, ele tem 250 mil dólares para abrir um restaurante e uma coluna semanal na revista australiana de culinária Delicious.

O nativo de Cingapura venceu o MasterChef Austrália esta semana, levando para casa a maior pontuação final na história do show com 93 de 100 e uma margem de diferença quase cômica sobre o vice-campeão do show, o construtor de Queensland Ben Borsht.

Agora que ele tem esta pequena fortuna, Cheliah espera abrir “um restaurante de fusão indiano e do Sudeste Asiático”, com o objetivo de empregar condenados recém-libertados para ajudar aqueles que cumpriram pena no sistema penitenciário a retornarem à sociedade através de um emprego.

Apesar de suas incríveis aspirações e metas para sua vida após o show, Cheliah admitiu que ele está apreensivo ao fazer a mudança de ir começar a trabalhar em restaurante em tempo integral.

“No programa, eu estava gostando, levando isso dia após dia, mas agora pensar em entrar na indústria de alimentos em tempo integral é um pouco desafiante”, admitiu Cheliah ao site PopSugar após sua vitória triunfante.

O espetáculo acabou vencido pelo ex-oficial da lei quando ele recriou a sobremesa “merengue flutuante” de Heston Blumenthal, apelidada de prato “Contando Carneirinhos”. Embora a rodada final nem tivesse começado, Cheliah adquiriu uma vantagem de 16 pontos no desafio da sobremesa estabelecendo sua liderança muito antes de chegar à final.

https://twitter.com/GemRoseP/status/1024246030567538688

Embora vitórias desiguais nem sempre sejam aplaudidas essa parece ter grande apoio nas mídias sociais dada a popularidade de Cheliah com os fãs durante o show.

 
Matérias Relacionadas