EUA e Japão se reúnem para coordenar posições em diálogo com Coreia do Norte

Viagem do secretário de Estado americano visa programar uma segunda cúpula entre o ditador norte-coreano e o presidente americano Donald Trump

Por Agência EFE

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, se reuniu neste sábado em Tóquio com o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, para coordenar as posições dos dois países no processo de diálogo com Coreia do Norte, um dia antes da visita do funcionário americano a Pyongyang.

Pompeo e Abe discutiram sobre o estado das conversas com o regime de Kim Jong-un durante um encontro realizado no escritório do primeiro-ministro do Japão, na primeira parada da viagem pelo continente asiático que está sendo realizada pelo secretário de Estado.

Abe transmitiu a Pompeo sua vontade de manter uma postura comum na hora de lidar com a Coreia do Norte na atual fase de distensão, enquanto o chefe da diplomacia americana destacou a importância do apoio do Japão neste processo, segundo disseram fontes governamentais japonesas à agência local “Kyodo”.

A viagem do secretário de Estado americano tem como objetivo programar uma segunda cúpula entre o ditador norte-coreano e o presidente americano Donald Trump, e também para insistir na mensagem de que o regime de sanções a Pyongyang deve ser mantido intacto.

Após sua passagem por Tóquio, onde também se reunirá hoje com o chanceler japonês, Taro Kono, Pompeo deve se dirigir no domingo para Pyongyang para manter um encontro com o próprio Kim Jong-un.

O secretário de Estado americano ressaltou durante sua viagem que é necessário que ambas as partes construam “confiança suficiente” para que possam avançar no processo de desnuclearização, que está estagnado devido a divergências sobre a forma como será feito o desarmamento de Pyongyang e sobre as garantias de segurança que Washington concederá em troca.

Apesar dessas diferenças, Pompeo se mostrou confiante de que sua terceira visita à capital norte-coreana permitirá concretizar uma nova reunião entre Kim e Trump, depois da histórica cúpula que ambos realizaram em junho em Singapura.

Após sua viagem a Pyongyang, o secretário de Estado americano se deslocará no domingo para Seul para se encontrar com o presidente sul-coreano Moon Jae-in e sua chanceler Kang Kyung-wha, com quem abordará os resultados da última cúpula intercoreana realizada no mês passado.

Na segunda-feira, Pompeo viajará para a China, onde seus planos preliminares incluem encontros com seu equivalente chinês, Wang Yi, e com o conselheiro de Estado, Yang Jiechi, em um momento de forte tensão nas relações bilaterais pela guerra comercial entre os dois países, além das acusações de ingerência em processos eleitorais e os desencontros no âmbito militar.

 
Matérias Relacionadas