EUA aprova projeto de lei para conceder refúgio temporário a moradores de Hong Kong

Por Brehnno Galgane, Terça Livre

Na última segunda-feira (7), a Câmara dos Estados Unidos aprovou um projeto de lei, no qual concede refúgio temporário à população refugiada de Hong Kong. A medida acontece enquanto Pequim intensifica sua repressão aos manifestantes pró-democracia e ainda aprisiona entes queridos em Campos de ‘Re-Educação’, na China.

A aprovação da Lei de Liberdade e Escolha do Povo de Hong Kong de 2020 envia uma clara mensagem ao país comunista, que a população de Hong Kong tem direito à liberdade e que os Estados Unidos irão apoiar para que esse direito seja garantido.

O regime comunista chinês corroeu as liberdades de Hong Kong desde que impôs uma “lei de segurança nacional” em julho, que autoriza as autoridades municipais a punir as pessoas que Pequim considera ter cometido crimes abrangentes, como secessão e subversão do poder estatal.

“Hoje, enquanto o PCCh aperta seu controle sobre Hong Kong, devemos fornecer apoio inabalável aos desejos democráticos do povo de Hong Kong”, disse o deputado French Hill.

Ainda nesta semana foi divulgado um vídeo, no qual mostra o Partido Comunista Chinês (PCCh) levando residentes de Hong Kong aos Campos de “Re-Educação”. Seus familiares, do lado de fora do ônibus, protestavam e tentavam ver, quem sabe, pela última vez seus entes queridos.

 

 
Matérias Relacionadas