EUA alertam México para presença de três terroristas do Estado Islâmico

A vulnerabilidade das fronteiras dos Estados Unidos "é facilmente explorada por terroristas, particularmente à luz do forte fluxo migratório (...)"

Por Anastasia Gubin, Epoch Times

As autoridades mexicanas decretaram alerta máximo para a possível entrada no país de três supostos terroristas ligados ao ISIS, ou Estado Islâmico, informou hoje a Polícia Federal Mexicana, segundo a Breitbart News.

Acredita-se que eles estão indo da América Central para o México e potencialmente até a fronteira dos Estados Unidos.

A Polícia Federal mexicana foi alertada pelos Estados Unidos em 21 de junho, segundo documento obtido pelo Breitbart News, e está se preparando para prender os terroristas identificados como Ahamed Ghanim Mohamed Al Juburi, do Iraque, e Ibrahim Mohamed e Mohamed Eissa, do Egito.

É provável que os três homens tenham entrado no Panamá em maio, atravessado a Costa Rica em 9 de junho e em seguida chegaram ao México, revelou uma nota de segurança interna.

O documento refere-se ao BITMAP, Programa de Alerta de Migração Transnacional para a Identificação Biométrica de Investigações de Segurança Nacional dos EUA. UU., Uma compilação de bancos de dados sobre “estrangeiros com interesses especiais, criminosos violentos, fugitivos e terroristas confirmados ou suspeitos encontrados em estradas ilícitas”, disse o relatório.

O relatório do Serviço de Segurança dos Estados Unidos publicado pelo HS Tuday em 3 de junho indica que eles tinham conhecimento de terroristas suspeitos do ISIS.

Cerca fronteiriça que separa os EUA e o México, nos arredores de Nogales, Arizona, em 9 de fevereiro de 2019 (Ariana Drehsler / AFP / Getty Images)
Cerca fronteiriça que separa os EUA e o México, nos arredores de Nogales, Arizona, em 9 de fevereiro de 2019 (Ariana Drehsler / AFP / Getty Images)

“Em maio passado, enquanto terminávamos uma reportagem investigativa com um grupo do ISIS formado por canadenses presos e detidos em Rojava, na Síria, pelas forças da SDF, soubemos que, de fato, havia pelo menos um plano do ISIS para suas tropas viajarem da Síria para penetrar na fronteira sul dos Estados Unidos”, diz o relatório.

A vulnerabilidade das fronteiras dos Estados Unidos “é facilmente explorada por terroristas, particularmente à luz do forte fluxo migratório (…)”. Tem sido uma preocupação a aplicação de políticas de segurança na fronteira desde pelo menos o ataque do 11/9″.

 
Matérias Relacionadas