Este restaurante e padaria dos EUA oferece uma segunda chance para ex-dependentes químicos

funcionários podem aprender uma habilidade comercializável, como cozinhar ou assar, e manter um emprego remunerado enquanto se recuperam do vício

Por Andrew Thomas

Robert Touchton lutava contra o vício desde os 15 anos de idade. Tudo começou com a maconha, depois ele passou a usar álcool, analgésicos, Xanax, cocaína e ecstasy.

“Não havia amor nisso. Eu podia literalmente sentar ali e assistir as pessoas desaparecerem na minha vida”, disse Touchton, 33 anos, de Lexington, Kentucky. “Eu me odiava e odiava o mundo”.

Quando seu vício se tornou muito doloroso, Touchton decidiu procurar tratamento. 7 de julho de 2017, foi o último dia em que ele usou drogas ou álcool.

Mas para aqueles que lutaram com o vício e estão nos estágios iniciais de recuperação, encontrar um emprego remunerado pode ser um esforço árduo. Durante sua recuperação, no entanto, Touchton ouviu falar de um restaurante em Lexington que oferecia uma segunda chance àqueles que lutavam contra o abuso de substâncias para que pudessem ter uma vida saudável e feliz.

DV8 Employees
Funcionários da DV8 Kitchen (Cortesia de DV8 Kitchen)

Cozinha da Recuperação

A DV8 Kitchen, dirigida pela equipe de marido e mulher Rob e Diane Perez, é um restaurante e padaria casual que emprega pessoas em recuperação por abuso de substâncias. Os funcionários podem aprender uma habilidade comercializável, como cozinhar ou assar, e manter um emprego remunerado enquanto se recuperam do vício.

Touchton começou a trabalhar na DV8 Kitchen em março de 2018, enquanto terminava um programa em uma instalação de tratamento. Ele é apenas um dos muitos funcionários que mudaram suas vidas com a ajuda do restaurante.

Enquanto trabalhava na DV8 Kitchen, Touchton aprendeu tudo, desde como cozinhar um ovo até como fazer uma variedade de molhos. Ele gosta especialmente de trabalhar na preparação, porque é um lugar tranquilo para ele. Mais importante ainda, seu trabalho no restaurante o ajudou a continuar vivendo a vida sóbrio.

Inicialmente, o maior desafio de Touchton era continuar durante seus estágios iniciais de recuperação. Agora, ele aprendeu a lidar com a frustração de maneira saudável. Além disso, Rob é capaz de dizer quando algo está errado e garante que Touchton fale com ele sobre isso.

“Este lugar garante que eu faça o que devo fazer para minha recuperação, e eles apoiam todos os aspectos”, disse Touchton.

Uma seleção de alimentos da DV8 Kitchen (Cortesia de DV8 Kitchen)
Uma seleção de alimentos da DV8 Kitchen (Cortesia de DV8 Kitchen)

Em ação

Rob, 55 anos, entrou no mundo dos restaurantes como garçom quando tinha 19 anos. Como as pessoas que emprega, ele teve sua própria luta contra o abuso de substâncias.

Rob começou a beber aos 14 anos e, com o tempo, tornou-se alcoólatra. Aos 25 anos, ele percebeu que estava tomando más decisões e ferindo as pessoas que amava. Foi quando ele decidiu procurar tratamento. Ele está sóbrio há 29 anos.

“Tenho muita sorte e sou abençoado por não ter voltado”, disse Rob.

Em 2008, ele e Diane abriram seu primeiro restaurante, o Saul Good Restaurant & Pub. O restaurante agora tem três locais. Tragicamente, nesses locais, eles perderam 11 funcionários por mortes relacionadas a álcool e drogas.

Rob inicialmente sentiu que não tinha controle sobre o assunto, mesmo considerando sua própria experiência com alcoolismo. Diane, no entanto, sentiu o contrário e o pressionou a fazer algo sobre o problema. Em agosto de 2017, o casal abriu o DV8 Kitchen.

DV8
Rolos de canela, destinados à padaria (Cortesia de DV8 Kitchen)

Habilidades para a vida

A missão da DV8 Kitchen é conectar trabalho e recuperação, para que sua equipe possa ver os benefícios de altos padrões, esforço e construir e manter relacionamentos. Rob acredita que o ambiente do restaurante é um bom veículo para a recuperação do abuso de substâncias devido à ética de trabalho, paixão e trabalho em equipe necessários para prosperar em tal ambiente.

A DV8 Kitchen ensina habilidades valiosas na cozinha, além de oferecer experiências fora da esfera culinária. Por exemplo, às terças-feiras, os funcionários podem participar de uma variedade de workshops, desde ioga a dança de salão.

“Em última análise, nosso [objetivo] é mudar a opinião de todos os nossos clientes sobre … empregar alguém com um passado de dependência”, disse Rob.

DV8
Compotas caseiras (Cortesia de DV8 Kitchen)

Onde o crédito é devido

Alguns dos funcionários da DV8 se tornaram enfermeiros, engenheiros e professores de faculdades. Se os funcionários querem continuar sua carreira culinária, a DV8 fica feliz em continuar empregando-os, uma vez que seus antecedentes, personalidades e objetivos sejam adequados. Se um funcionário tiver habilidades adequadas em outro campo, principalmente se esse campo os ajudar a continuar a se recuperar e contribuir com a sociedade, eles são incentivados a seguir uma carreira fora do restaurante.

Rob inicialmente esperava que a DV8 fosse um projeto paralelo filantrópico, mas agora se tornou uma grande parte de seus negócios. Ele tem experiências com os funcionários todos os dias que causam uma impressão duradoura nele.

“Há algo … que me impressiona com a coragem das pessoas com quem trabalhamos”, disse ele. “[É] realmente a capacidade deles de se divertir às vezes no que parece uma jornada sem esperança, tentando se livrar da rotina do vício”.

Quando Rob vê os funcionários passarem por eventos significativos da vida, como recuperar seus filhos ou reconstruir um relacionamento com os pais, ele acha seu trabalho incrivelmente gratificante.

Mas, embora tenha causado um impacto tão positivo na vida de seus funcionários, ele não aceita o crédito.

“Honestamente, vou trabalhar todos os dias tentando fazer a coisa certa. São realmente os funcionários que estão fazendo a diferença, e tenho a sorte de fazer parte disso”, disse ele.

 
Matérias Relacionadas