Era mentira: Aneel ‘esquece’ promessa e impõe ‘bandeira vermelha’ a partir de hoje

Em maio, a 'agência reguladora' de energia prometeu que não haveria taxa extra até 31 de dezembro

Por Diário do Poder

A partir de hoje (01), a conta de luz terá cobrança extra conforme decisão da Agência Nacional de Energia Elétrica, Aneel, que continua agindo como uma associação de defesa dos interesses das empresas do setor.

Com isso, será cobrada a bandeira vermelha patamar 2, que possuiu a maior taxa no sistema de bandeiras da agência, custando 6 reais e vinte e quatro centavos a cada 100 quilowatts-hora.

Em maio, a Aneel anunciou que não haveria cobrança extra na conta de luz até 31 de dezembro deste ano, por causa da pandemia.

No entanto, em reunião extraordinária ocorrida ontem, a agência voltou atrás, e resolveu fazer a cobrança a bandeira vermelha patamar 2.

A justificativa foi de que oferta de energia está comprometida em razão dos baixos níveis dos reservatórios.

Por esse motivo, o outubro, o Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico autorizou o acionamento de termelétricas para suprir a demanda de energia do país, o que encarece o a conta para o consumidor.

Apoie nosso jornalismo independente doando um “café” para a equipe.

Veja também:

 
Matérias Relacionadas