Embaixador dos EUA nomeado por Trump para o Brasil renuncia ao cargo

Por VOA

O embaixador dos EUA no Brasil, Todd Chapman, indicado pelo ex-presidente Donald Trump e considerado próximo ao presidente Jair Bolsonaro, disse na quinta-feira que renunciou ao cargo de Joe Biden.

Chapman, 59, disse que escreveu ao presidente Joe Biden na quarta-feira para informá-lo de sua decisão e que se mudaria para Denver para ficar perto de seus filhos e buscar outras oportunidades de carreira.

Na rede social do Twitter, Chapman escreveu várias mensagens em português onde descreve os seus sentimentos: “Com uma mistura de emoções, escrevi ontem ao @POTUS (presidente Joe Biden) para informar a minha decisão de me aposentar do serviço público após uma carreira de 30 anos por razões pessoais positivas ”.

No Twitter também foi apresentado Chapman em sua chegada ao Brasil em março de 2020. “chegou a Brasília para assumir novas funções como embaixador dos Estados Unidos no Brasil”, escreveu então.

No cargo desde 2020, Chapman mostrou afinidade com o governo Bolsonaro. Ao chegar, ele disse ter orgulho de orientar “essa aliança de que tanto falam nossos presidentes”.

Bolsonaro manteve uma relação muito estreita com o ex-presidente dos Estados Unidos, de quem se declarou admirador.

As relações entre Estados Unidos e Brasil mudaram com Biden, que pediu a Bolsonaro que proteja a floresta amazônica como forma de contribuir para a redução do impacto ambiental.

Entre para nosso canal do Telegram.

Veja também:

 

 
Matérias Relacionadas