Em reunião da ONU, Temer se compromete a receber mais sírios

No encontro que teve com o secretário-geral das Organizações das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, o presidente da República, Michel Temer, prometeu nesta terça-feira (20) que irá acolher mais refugiados sírios no Brasil. De acordo com informações do Ministério da Justiça, já chegaram ao país 2.298 pessoas fugindo da guerra na Síria.

Temer também informou a Ban Ki-moon que está em andamento no Congresso Nacional um projeto uma nova lei de migrações. Espera-se com isso que direitos sejam garantidos e que se estabeleça o visto de acolhimento humanitário, mecanismo já utilizado para o caso dos 85 mil haitianos saídos do país caribenho depois que um terremoto abalou o país em 2010.

Leia também:
Lula vira réu da Lava Jato, corrupção na Petrobras é evidência
Ameaça feita pelo presidente da CUT ao juiz Moro será investigada
Ministério da Saúde economiza R$ 1 bilhão em quatro meses

Ao longo do encontro, Temer aproveitou para reiterar o empenho de manter a ajuda para o Haiti com ações humanitárias. Líder da Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (Minustah) desde 2004, mais de 33 mil militares brasileiros já foram enviados ao país.

 
Matérias Relacionadas