Em decisão controversa, República Dominicana estabelece relações com regime comunista chinês

Por Jesús de León, Epoch Times

A República Dominicana anunciou ontem (1º) o estabelecimento de relações diplomáticas com a República Popular da China e a ruptura de suas relações diplomáticas com Taiwan, causando preocupação aos analistas que consideram mais um passo na colonização da América Latina pelo regime chinês.

“O governo dominicano tomou a decisão de estabelecer relações diplomáticas com a República Popular da China, com a convicção de que esta decisão será extraordinariamente positiva para o futuro do nosso país”, diz a declaração oficial do governo do país caribenho.

O comunicado também torna explícito que não reconhecer Taiwan como um país independente, mas como parte da República Popular da China, foi uma das condições para fechar o acordo.

A este respeito, o governo de Taiwan emitiu comunicado no qual também anuncia a cessação das relações com a República Dominicana “para defender tanto a dignidade como a soberania da nação”, e expressa sua indignação pelo fato de o país caribenho ter cedido aos incentivos financeiros da China comunista.

O ministro das Relações Exteriores de Taiwan, Joseph Wu, advertiu na manhã de ontem em uma conferência de imprensa sobre os perigos dos “empréstimos-armadilha” que a China concede aos países em desenvolvimento.

 
Matérias Relacionadas